CEO da Swiss Re explica vantagens de parcerias com Daimler e Ikea

  • ECO Seguros
  • 14 Dezembro 2020

A resseguradora aposta no potencial das alianças com grupos industriais. Também contribuem para vencer aversão das pessoas face aos seguros, explica Christian Mumenthaler, CEO da Swiss Re.

Juntar coberturas ao pacote de produtos e serviços, que empresas [e marcas] de outros setores vendem aos consumidores, pode tornar os seguros mais atrativos e ajudar as pessoas a superarem os obstáculos emocionais normalmente associados à experiência de contratar uma apólice, defende Christian Mumenthaler, CEO da Swiss Re, líder global de resseguros.

A estratégia supõe desenvolver “novos produtos” e que sejam “inovadores”, sublinhou o executivo numa entrevista ao Handelsblatt.

Tendo criado uma joint venture com a Daimler, grupo automóvel alemão que detém a marca Mercedes-Benz, a Swiss Re planeia começar a distribuir um novo seguro automóvel digital em 2021, a começar pelo mercado francês, para depois estender a oferta a outros países. Com a retalhista sueca de mobiliário doméstico, a companhia iniciou, em 2020, a colocação de seguros (habitação e outras coberturas pessoais) nas lojas suíças da rede Ikea.

Alianças com parceiros industriais, como estas que a resseguradora suíça estabeleceu contribuem para vencer a aversão natural que as pessoas têm na aquisição de seguros, sustentou Mumenthaler na conversa com o jornal alemão.

As pessoas não se sentam um sofá, ao final do dia, “para se divertirem a escolher um seguro”, reconheceu. Na verdade, “ninguém anseia por ter uma apólice”, por se tratar de uma experiência normalmente associada a situações dolorosas. Neste sentido, mesmo as seguradoras baratas e digitais têm a vida difícil. Sustentando estas ideias, o responsável da Swiss Re defende a inclusão de seguros noutros “produtos que as pessoas gostam de comprar”.

Muitos setores estão sob pressão, desde fabricantes automóveis às grandes superfícies do retalho. Tendo contacto mais próximo com os consumidores, estão em melhor posição para avaliar que “outros serviços podem oferecer”, disse.

É também com base nestas premissas, que a Swiss Re planeia recorrer a mais alianças desse tipo nos próximos anos. “Creio que existe um amplo espaço de negócios na associação com parceiros industriais”, sustentou. Não sendo uma solução para todo o mercado de seguros, existem enormes possibilidades de crescimento nessa área, considerou Mumenthaler.

O CEO da Swiss Re observou ainda que desenvolver novos produtos leva tempo e que a companhia está a dar os primeiros passos nessa nova estratégia de parcerias. Mas acrescenta que, a longo prazo, as “alianças com parceiros industriais têm muito potencial”, nomeadamente através de uma plataforma como a iptiQ, “estou certo disso,” referiu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CEO da Swiss Re explica vantagens de parcerias com Daimler e Ikea

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião