Governo já fez saber em Bruxelas que Lufthansa é bem-vinda no capital da TAP

  • ECO
  • 18 Dezembro 2020

O Governo já fez saber informalmente na Comissão Europeia que está disponível para aceitar a entrada da Lufthansa no capital da TAP.

O ministro das Infraestruturas já tinha demonstrado o seu agrado face a uma eventual parceria entre a TAP e a Lufthansa e, agora, de acordo com o Expresso (acesso pago), o Governo já fez saber informalmente na Comissão Europeia essa disponibilidade. A ideia é que a companhia aérea alemã se torne acionista da companhia aérea nacional, no âmbito do plano de restruturação desta última.

A Lufthansa continua a ser um parceiro desejado para a TAP e o Governo português fez saber informalmente na Comissão Europeia que continua disponível para, no futuro, ter a companhia alemã com acionista da TAP, diz aquele jornal. Uma mensagem semelhante foi também passada aos acionistas da Lufthansa.

A Lufthansa chegou a manifestar um interesse nesse sentido a David Neeleman, mas acabou por nunca fazer uma oferta. Contudo, a haver realmente este negócio, esse não irá acontecer tão cedo, uma vez que a companhia está a ser ajudada pelo Estado alemão e, até devolver 75% da recapitalização feita, não pode comprar mais de 10% do capital de concorrentes ou de empresas do setor da aviação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo já fez saber em Bruxelas que Lufthansa é bem-vinda no capital da TAP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião