Pânico nos mercados por causa da nova estirpe do vírus. Bolsas afundam 4% e petróleo cai 6%

Alta pressão nas bolsas após vários Governos europeus terem fechado as ligações com o Reino Unido devido à nova estirpe mais contagiosa do coronavírus. Índice do medo dispara.

Alta pressão nas bolsas europeias com os investidores receosos quanto ao impacto da nova estirpe britânica do coronavírus e que já obrigou vários Governos a suspenderem as ligações com o Reino Unido. Os principais índices europeus estão a cair até 4% (caso da bolsa de Madrid). O barril de petróleo afunda 6%. O índice do medo dispara 30%.

Portugal, Itália, Bélgica, Países Baixos e Áustria estão na lista de países que já colocaram restrições às ligações com o Reino Unido, de forma a evitar que esta nova variante (70% mais contagiosa do que a estirpe comum) se propague em toda a Europa, agravando ainda mais a segunda vaga da pandemia. Os especialistas ainda se encontram a estudar esta nova variante. Para já não há evidências de que seja mais letal e que venha a afetar a eficácia das vacinas.

O fim de semana trouxe ainda um agravamento das medidas em Londres e sudeste de Inglaterra, que vão entrar em confinamento face ao disparo do número de contágios.

Depois de várias semanas de ganhos generalizados, e quando vários países já têm em curso os seus planos de vacinação (a União Europeia decide esta segunda-feira se aprova a vacina da Pfizer), as bolsas vivem esta segunda-feira uma sessão de forte pressão vendedora. O índice de referência europeu Stoxx 600 recua quase 3%. Os outros índices de referência de Madrid, Paris, Alemanha e Itália também registam perdas acentuadas, com quedas entre os 2% e os 4%.

Já o Euro Stoxx 50 Volatility, o designado índice do medo e que mede a volatilidade da bolsa, está a disparar mais de 30%, a maior subida desde 21 de setembro.

Medo dispara

Fonte: Reuters

Por cá, o PSI-20 também sofre com o nervosismo, seguindo em baixa de 3,04% para 4.618,43 pontos, com os títulos da Galp a derraparem mais de 6%.

O setor petrolífero é dos mais afetados, de resto. Em Nova Iorque, o barril de crude já chegou a cair 6% e está agora em baixa de 5,05% para 46,62 dólares, perante a perspetiva de menor consumo. O contrato de Brent cede 4,63% para baixo dos 50 dólares.

Brent em queda

No mercado secundário de dívida, os juros das obrigações portuguesas a 10 anos mantêm-se estáveis nos 0,038%. Os juros espanhóis na mesma maturidade também registam poucas variações, com a taxa a negociar nos 0,048%.

(Notícia atualizada às 12h02)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pânico nos mercados por causa da nova estirpe do vírus. Bolsas afundam 4% e petróleo cai 6%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião