Primeiro-ministro da Estónia demite-se após escândalo de corrupção

  • Lusa
  • 13 Janeiro 2021

O primeiro-ministro da Estónia, Jüri Ratas, anunciou a sua renúncia, após a descoberta de um alegado escândalo de corrupção envolvendo o seu partido.

O primeiro-ministro da Estónia, Jüri Ratas, anunciou esta quarta-feira a sua renúncia, após a descoberta de um alegado escândalo de corrupção envolvendo o seu partido.

Jüri Ratas, primeiro-ministro desde dezembro de 2016, assegurou em entrevista à comunicação social que com esta medida pretende assumir a “responsabilidade política” pelo ocorrido e permitir que se apurem adequadamente as acusações contra o seu partido, Partido do Centro.

A justiça da Estónia está a investigar um alegado auxílio financeiro estatal a um projeto imobiliário no qual o seu partido está envolvido.

Na terça-feira, quatro pessoas relacionadas com o caso foram detidas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Primeiro-ministro da Estónia demite-se após escândalo de corrupção

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião