Wall Street no vermelho com bancos a perderem quase 8%

As bolsas norte-americanas perderam valor na última sessão da semana. Mesmo depois dos resultados positivos, três dos maiores bancos registaram quedas tangentes a 8%.

As bolsas norte-americanas fecharam em baixa, encerrando uma semana em que os principais índices dos EUA acumularam perdas superiores a 1%. Apesar de um arranque da temporada de resultados com dados geralmente positivos de três grandes bancos, o agravar da pandemia está a preocupar os investidores.

O S&P 500 caiu 0,76%, para 3766,8 pontos, enquanto o industrial Dow Jones perdeu 0,60%, para 30.805,19 pontos. Na tecnologia, o Nasdaq cedeu 0,86%, para 13.000,1 pontos. Contas feitas, no acumulado das cinco sessões da semana, o S&P 500 desvalorizou 1,41%, o Dow Jones perdeu 0,91% e o Nasdaq caiu 1,51%.

No dia em que apresentaram resultados melhores do que o esperado, os bancos Wells Fargo, Citigroup e JPMorgan registaram desempenhos relativamente fracos. Respetivamente, as quedas foram de 7,8%, 6,91% e 1,65%.

O setor petrolífero também esteve sob pressão. O The Wall Street Journal revelou que a SEC, o regulador norte-americano dos mercados de capitais, está a investigar a Exxon Mobil por suspeitas de sobreavaliação de um dos principais ativos de petróleo e gás do grupo. A cotada desvalorizou 4,83% perante as alegações.

A penalizar ainda mais as bolsas estiveram os dados das vendas no retalho relativos a dezembro, que expôs uma queda de 0,7%, o terceiro mês seguido de recuos. As más notícias acabaram por ofuscar a aguardada apresentação de um pacote de estímulos pelo presidente eleito, Joe Biden, cujo valor ficou até acima do que era antecipado pelos investidores.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Wall Street no vermelho com bancos a perderem quase 8%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião