João Ferreira e Marisa Matias sem acesso a subvenção pública

  • ECO
  • 25 Janeiro 2021

O candidato do PCP e a candidata do BE não alcançaram um resultado que lhes permitisse aceder à subvenção pública para financiamento das campanhas eleitorais.

As candidaturas de João Ferreira e de Marisa Matias à Presidência da República não obtiveram votos suficientes para terem acesso à subvenção pública para financiamento das campanhas eleitorais. A notícia é avançada pelo Diário de Notícias (acesso pago).

Segundo o jornal, a lei estabelece como requisito para o acesso à subvenção um mínimo de 5% dos votos nas Presidenciais. Ora, nas eleições deste domingo, tanto o candidato do PCP como a candidata do BE registaram um resultado abaixo desta percentagem.

Este ano, a subvenção tem um valor de 3,5 milhões de euros, 20% a distribuir pelas candidaturas acima de 5% e os restantes 80% a distribuir na proporção dos resultados eleitorais. João Ferreira obteve 4,32% dos votos, enquanto Marisa Matias conseguiu 3,95%.

Veja aqui os resultados das Presidenciais:

  • Marcelo Rebelo de Sousa
    2.519.587 votos 60,76%
  • Ana Gomes
    536.228 votos 12,93%
  • André Ventura
    493.160 votos 11,89%
  • João Ferreira
    179.496 votos 4,33%
  • Marisa Matias
    163.168 votos 3,93%
  • Tiago Mayan Gonçalves
    132.868 votos 3,20%
  • Vitorino Silva
    122.296 votos 2,95%

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

João Ferreira e Marisa Matias sem acesso a subvenção pública

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião