Lucro da cadeia de moda H&M cai 91% para 123 milhões

  • Lusa
  • 29 Janeiro 2021

O lucro da H&M caiu 91% para 123 milhões de euros em 2020, devido à pandemia de Covid-19. Todavia, as vendas online aumentaram 39% e representaram 28% das vendas totais.

O lucro da H&M caiu 91% no ano fiscal concluído em novembro de 2020, para 123 milhões de euros, devido à pandemia de Covid-19, anunciou esta sexta-feira a cadeira de moda sueca.

A evolução do resultado foi influenciada de forma muito negativa pela pandemia, especialmente no segundo trimestre, com as lojas fechadas na maioria dos mercados (até 80% do total)”, refere o Balanço e Contas do principal.

A empresa sueca reportou um resultado operacional líquido (Ebit) de 306 milhões de euros, o que representa uma queda de 82% em termos homólogos.

As vendas, por sua vez, cifraram-se em 18.474 milhões de euros, uma queda de 18% em moedas locais, apesar das vendas online terem aumentado 39%, face ao ano fiscal anterior e a representarem 28% das vendas totais.

A empresa sueca destaca a adoção de “medidas rápidas e contundentes” promovidas durante o exercício na compra de mercadorias, investimentos, rendas, pessoal e financiamento, bem como o enfoque no negócio digital, que compensaram as perdas.

A presidente executiva da H&M, Helena Helmersson, explicou que “um crescimento forte, a melhoria nas vendas online e um bom controlo de custos” levaram a que a multinacional conseguisse fechar o ano fiscal de 2020 com lucros e uma sólida posição financeira”.

A gestora adiantou também que as medidas adotadas para enfrentar os efeitos negativos das restrições e encerramentos atuais serão prolongadas.

No quarto trimestre do exercício, o lucro atingiu os 245 milhões de euros, menos 41% em termos homólogos e o Ebit recuou 28% para 385 milhões de euros.

Em 30 de novembro do ano passado, a H&M possuía uma liquidez de 1.634 milhões de euros, sendo que a soma desta e das linhas de crédito não utilizadas quase duplicou para 4.602 milhões de euros.

A H&M considera que há “boas perspetivas” para a distribuição de dividendos, mas a incerteza sobre as consequências da pandemia de Covid-19 vai atrasar a decisão por alguns meses.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lucro da cadeia de moda H&M cai 91% para 123 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião