Portugal recebeu 86.580 vacinas contra a Covid-19 da Pfizer esta segunda-feira

Até domingo, Portugal já tinha recebido 19.200 doses da vacina contra a Covid-19 da Moderna e 387.270 da Pfizer.

Portugal recebeu 86.580 vacinas da Pfizer esta segunda-feira, adiantou a ministra da Saúde, em conferência de imprensa, no seguimento da reunião com a task force. Marta Temido fez um ponto de situação das vacinas contra a Covid-19, sendo que, até domingo, o país já tinha recebido 19.200 doses da Moderna e 387.270 da Pfizer.

Quanto à vacina da AstraZeneca, que recebeu “luz verde” da Agência Europeia de Medicamentos na semana passada, Portugal vai receber dois lotes em fevereiro, que deverão rondar as 200 mil doses, explicou Marta Temido. O primeiro deverá chegar a 9 de fevereiro, e o segundo dez dias depois, no dia 19.

No total, já foram realizadas cerca de 340 mil inoculações no país, das quais 270 mil de primeiras doses e 70 mil de segundas doses, referiu a ministra. Questionada sobre a comparação de Portugal com outros países no que diz respeito à vacinação, feita pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças , que colocam o país no fundo da tabela, a ministra apontou que os dados utilizados não estão atualizados, sendo comunicados semanalmente. Desta forma, esclareceu que até 31 de janeiro, tinham sido administradas 3,3 doses de vacina por cada 100 pessoas, “sendo o sétimo país em termos deste indicador”.

A ministra adiantou também que está já “concluída a vacinação” em lares e estabelecimentos da rede nacional de cuidados continuados, exceto naqueles que tinham surtos. Esta semana será realizada a vacinação nos lares cujos surtos e estão já considerados extintos, e prossegue também a vacinação dos grupos prioritários.

Vai “continuar a vacinação de profissionais de saúde prioritários de setor privado e social e alguns do público”, estando já “em curso vacinação de pessoas com mais de 80 anos sem comorbilidades e pessoas com mais de 50 anos com comorbilidades” de risco no âmbito da Covid-19. Estes dois últimos grupos compõem um “universo que ronda as 900 mil pessoas, que irão agora ser contactadas para a vacinação”.

Já no que diz respeito aos casos de vacinação indevida, ou seja, que não seguiram os critérios de prioridade definidos, Marta Temido reiterou que “todas as situações que tenham sido reportadas como desvios aquilo que são as regras do plano serão investigadas por quem de direito”. Foi conhecido esta segunda-feira que o Ministério Público já abriu inquéritos relacionados com estas questões. A ministra apontou ainda que estas situações merecem “repúdio o mais veemente possível”, sendo que o “Ministério da Saúde e entidades estão empenhadas em que estas circunstâncias não se voltem a repetir”.

(Notícia atualizada às 19h25)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal recebeu 86.580 vacinas contra a Covid-19 da Pfizer esta segunda-feira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião