Burlões estão a fazer-se passar por representantes da Anacom

A Anacom alertou que indivíduos estão a tentar celebrar contratos de telecomunicações fazendo-se passar por representantes do regulador. A entidade alerta que não faz este tipo de contactos.

A Anacom tomou conhecimento de que burlões estão a fazer-se passar por “representantes” do regulador das comunicações, depois de receber queixas telefónicas de pessoas que foram alvo de tentativas de fraude.

“Nos últimos dias chegaram ao conhecimento da Anacom, através da linha de apoio, queixas de pessoas que foram abordadas por indivíduos que dizem ser da Anacom e que procuram obter vantagens comerciais, nomeadamente através da celebração de novos contratos de comunicações”, avisa a entidade liderada por João Cadete de Matos num comunicado.

Segundo o regulador, “estas tentativas de fraude ocorrem com alguma frequência” e só muda “a forma de abordagem”. Nos casos mais recentes, as vítimas “referem ter sido contactadas telefonicamente por pretensos representantes da Anacom para a alegada realização de um estudo sobre a qualidade de acesso à internet ou para celebrarem contratos de comunicações”.

Desta feita, “a Anacom informa que não está a realizar quaisquer contactos desta natureza, pelo que a informação prestada por estes indivíduos é falsa”. A entidade afirma que “lamenta e condena veementemente este tipo de práticas”.

Também fui vítima. O que fazer?

A Anacom deixa ainda conselhos sobre o que fazer se for abordado por um falso representante da Anacom a tentar celebrar contratos de telecomunicações. “Perante qualquer ocorrência que possa configurar uma tentativa de fraude ou burla, é fundamental alertar imediatamente as autoridades de segurança”, apela o regulador.

Se já for tarde demais e tiver sido lesado por estas burlas, a Anacom recomenda que “apresente queixa junto da Política de Segurança Pública e da Guarda Nacional Republicana”. Pode também “contactar diretamente o Ministério Público ou o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) junto do tribunal da área onde os factos se verificaram”, sinaliza a Anacom.

Não é incomum em Portugal burlões fazerem-se passar por representantes de entidades reguladoras. A prática também acontece noutros setores, como o da energia. No caso das telecomunicações, a Anacom esteve recentemente no terreno por causa da operação de mudança de frequências da Televisão Digital Terrestre (TDT), tendo feito várias campanhas a sinalizar que a mudança não necessitava de qualquer pagamento por parte dos clientes, de forma a salvaguardar eventuais tentativas de burla deste tipo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Burlões estão a fazer-se passar por representantes da Anacom

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião