Galp Energia tira Lisboa do vermelho. Família EDP trava maior subida

A Galp Energia trouxe Lisboa de volta aos ganhos, em dia de subidas no resto da Europa. Família EDP trava ganho mais acentuado.

Depois de ter perdido quase 1% na última sessão, a bolsa de Lisboa está a recuperar e mantém-se em terreno positivo. A dar impulso ao índice está a Galp Energia, que soma mais de 1%, mas também as papeleiras. Por outro lado, as cotadas da família EDP estão a impedir uma subida mais acentuada da bolsa nacional.

O PSI-20 avança 0,24% para 4.785,82 pontos, com a maioria das 18 cotadas a valorizar. O destaque desta sessão está a ser a Galp Energia, que valoriza 1,36% para 9,516 euros, num dia em que o barril de petróleo está a ganhar mais de 1% nos mercados internacionais. A petrolífera nacional segue a recuperar das perdas registadas na última sessão, depois de ter reportado prejuízos de 42 milhões de euros em 2020.

Ainda a contribuir para este desempenho do índice de referência nacional estão as cotadas do setor do papel. A Altri avança 0,9% para 6,18 euros, enquanto a Navigator cresce 0,78% para 2,828 euros. Por sua vez a Semapa ganha 0,5% para 12,06 euros.

Nos “pesos pesados” de Lisboa, destaque ainda para o BCP que valoriza 0,08% para 0,1228 euros, mas também para a Jerónimo Martins que sobe 0,23% para 12,925 euros. A Sonae ganha 0,8% para 0,694 euros, enquanto a Nos avança 0,22% para 2,77 euros.

No lado oposto, a travar uma subida mais acentuada do PSI-20 está a EDP Renováveis ao cair 1,77% para 18,88 euros, acompanhada pela EDP que perde 0,13% para 4,688 euros.

Este desempenho de Lisboa acontece numa altura em que a Europa segue sem tendência definida, num momento em que os investidores estão a avaliar as perspetivas do mercado depois de um salto nas taxas de juro de dívida e nos preços das commodities, diz a Bloomberg. Os títulos de Tesouro continuam estáveis ​​depois de a diferença entre as taxas a cinco e 30 anos ter batido o nível mais alto dos últimos seis anos.

O espanhol Ibex-35 soma 0,72% para 8.171 pontos. Já o índice de referência da Zona Euro, Stoxx-600, abriu a somar, mas entretanto inverteu a tendência e segue a perder 0,3%, levando a uma tendência indefinida no resto da Europa.

(Notícia atualizada às 9h54 com cotações das bolsas europeias)

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Galp Energia tira Lisboa do vermelho. Família EDP trava maior subida

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião