Sánchez anuncia mais 11.000 milhões em ajudas diretas a empresas e empresários

O primeiro-ministro espanhol vai aprovar um novo pacote de 11.000 milhões de euros para ajudar empresas dos setores mais afetados pela pandemia.

Espanha anunciou vai aprovar nas próximas semanas um novo pacote de 11.000 milhões de euros em ajudas diretas aos empresários e empresas dos setores mais afetados pela crise. De acordo com o Cinco Días (conteúdo em espanhol), entre os setores abrangidos estão o turismo, a hotelaria, a restauração e o pequeno comércio.

“É uma quantia importante de recursos para continuar a apoiar [os empresários e empresas] nas duras semanas que estão pela frente, [especialmente] nos setores que estão numa situação extremamente complexa”, disse Pedro Sánchez, adiantando que este fundo servirá para “reforçar a solvência dos balanços”, facilitar o regresso da atividade, “realizar os investimentos necessários” e contratar trabalhadores.

Presente no Plenário do Congresso espanhol, o primeiro-ministro do país vizinho destacou ainda que, desde o início da pandemia, o Governo comprometeu 20% do PIB em recursos e ajudas às empresas, naquele que foi “um exercício de proteção nunca antes visto”.

“Só o que foi pago em salários dos ERTE [procedimento que permite a uma empresa despedir trabalhadores devido a problemas financeiros] ascende a 40.000 milhões de euros em ajudas diretas”, disse Pedro Sánchez. Além disso, as transferências para as comunidades autónomas superam os 24.000 milhões de euros desde o início da pandemia.

O Chefe de Governo disse ainda que Espanha já comprou 136 milhões de doses de vacina contra o coronavírus, a cinco farmacêuticas — Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Janssen e Curevac. Além disso, foram mobilizados 9,98 milhões de euros para apoiar mais de uma dezena de projetos de investigação no país vizinho sobre a vacina.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sánchez anuncia mais 11.000 milhões em ajudas diretas a empresas e empresários

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião