Só 55% dos convocados para a vacinação contra a Covid-19 responderam ao SMS

  • ECO
  • 26 Fevereiro 2021

Apenas foram "obtidas 16.799 respostas" das "30.500" convocatórias enviadas por SMS, segundo dados dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS).

Desde o momento em que se iniciou a fase do plano de vacinação contra a Covid-19 destinada a indivíduos com mais de 80 anos e a pessoas com mais de 50 anos com doenças de risco associadas, a taxa de resposta às convocatórias realizadas por via de mensagens escritas por telemóvel (SMS) fixou-se nos “55,08%”, avança esta sexta-feira o Público (acesso condicionado).

De acordo com os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) foram enviadas “30.500” convocatórias por SMS, mas apenas foram “obtidas 16.799 respostas”. Porém, só 2,47% recusaram receber a vacina, na medida em que “16.393 pessoas responderam sim à vacinação e 406 disseram não”.

De acordo com o presidente da Associação Nacional de Unidades de Saúde familiar (AN-USF), Diogo Urjais, “a taxa de resposta estará acima dos 70%” nos indivíduos pertencentes à “faixa etária dos 50-65 anos”, sendo “mais baixa nos idosos, devendo estar em 50%”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Só 55% dos convocados para a vacinação contra a Covid-19 responderam ao SMS

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião