Wall Street recupera das fortes perdas da sessão anterior

As bolsas norte-americanas abriram em alta ligeira, depois das fortes perdas registas na sessão anterior. Contudo, os receios relativos às yield das obrigações continuam a pairar sob Wall Street.

As bolsas norte-americanas abriram a última sessão da semana em alta ligeira, numa altura em que os títulos ligados à tecnologia recuperam das fortes perdas da sessão anterior. Esta sexta-feira, os investidores deverão estar de olhos postos no pacote de estímulos de apoio à economia norte-americana. Não obstante, os receios relativos às yield das obrigações continuam a pairar sob Wall Street.

A Câmara dos Representantes prepara-se para aprovar um novo plano de estímulos económicos no valor de 1,9 mil milhões de dólares, que vai ser votado esta sexta-feira, segundo a Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês). O plano para relançar a maior economia mundial após a crise provocada pela pandemia nos Estados Unidos (EUA) incluía provisões orçamentais para acomodar o aumento do salário mínimo para 15 dólares (cerca de 12 euros) por hora até 2025, contudo, o Senado chumbou a proposta na quinta-feira.

Apesar deste revés, o Presidente norte-americano instou o Congresso a “avançar rapidamente para adotar o plano de recuperação. É expectável que o projeto seja facilmente aprovado na câmara baixa, já que os democratas estão em maioria, sendo que o passo seguinte é seguir para o Senado. A ser aprovado, será o terceiro pacote de estímulos de apoio à economia em menos de um ano e tem como objetivo estancar a queda do emprego e sustentar um tecido económico que dá sinais de rutura em vários setores.

Depois da “derrocada” em Wall Street da sessão anterior, fortemente penalizada pela queda das ações ligadas à tecnologia, os mercados recuperam, mas estão ainda de olhos postos na subida das taxas de juro das Obrigações ao Tesouro. A yield das obrigações a dez anos superou os 1,6% na quinta-feira, o nível mais elevado em mais de uma ano, alimentada um maior expectativas de maior crescimento económico e do aumento da inflação. Contudo esta sexta-feira os valores estabilizaram, com a taxa de juro a dez anos a situar-se nos 1,4667%, revela a CNBC (acesso livre, conteúdo em inglês),

Perante este cenário, o índice de referência S&P 500 ganha 0,42%, para 3.845,50 pontos, enquanto o industrial Dow Jones desvaloriza 0,33%, para 31.296,97 pontos. Ao mesmo tempo, o tecnológico Nasdaq avança 0,92%, para 13.240,27 pontos, depois de na sessão anterior ter registado o pior dia desde outubro de 2020.

As ações ligadas ao setor tecnológico estão a recuperar do sell-off da sessão anterior. A Apple avança 1,49% para os 122,71 dólares, a Amazon sobe 0,75% para os 3.080,22 dólares, enquanto a Netflix soma 1,76% para os 259,17 dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street recupera das fortes perdas da sessão anterior

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião