O pão mais caro do mundo é feito com ouro e prata

É na padaria espanhola Pan Piña que se confeciona aquele que é, de momento, o pão mais caro de todo o mundo, ao ser vendido por uma quantia que pode chegar até aos 3.700 euros por quilo.

Dentro do segmento de luxo, encontram-se já uma enorme variedade de artigos, desde vestuário a automóveis, passando também pelos relógios e pela joalharia. Em Espanha, uma padaria de Málaga conseguiu a proeza de transformar aquele que é o elemento mais básico da alimentação humana – o pão -, também ele, num produto de luxo.

A história é avançada pelo site da revista Fuera de Serie, que nos conta que é na padaria Pan Piña, localizada no município espanhol de Algatocín, em Málaga, que se vende aquele que é considerado o pão mais caro do mundo, disponível por uma quantia que pode chegar a 3.700 euros por quilo. A razão? O facto de, na sua confeção, estarem envolvidos fragmentos de ouro e prata comestíveis.

Habitualmente vendidos em unidades de 400 gramas, ou seja, a aproximadamente 1.480 euros cada, este é um produto que tem nas pessoas com elevado poder financeiro os seus melhores clientes. “Os sheiks árabes e milionários russos adoram-no, embora os árabes comprem o dobro”, conta Juan Manuel Moreno, o criador do pão, ao Fuera de Serie.

Confecionado com “ouro e prata próprios para consumo humano e em quantidades muito pequenas” e sem o recurso a “fermento” – o ingrediente é substituído por “produtos orgânicos como a quinoa ou a espelta” -, este é um alimento cujo processo de fabrico pode chegar até às 18 horas, envolvendo longas fermentações, conta o fabricante.

Fazendo as contas ao ano de 2020, que ficou marcado pelas consequências económicas da pandemia, o estabelecimento de Juan Manuel Moreno acabaria por conseguir vender um total de 96 unidades deste pão, com a faturação a superar, assim, os 142 mil euros.

Ainda que elevados, estes valores são inferiores aos do período homólogo, pelo que o “impacto” da pandemia foi “ligeiramente” notado, adianta o responsável. Em 2019, o estabelecimento vendeu “um total de 112” unidades deste pão. Porém, foi a “perda de feiras internacionais” que mais impactaram nos lucros da padaria.

O artesão acrescenta ainda que, atualmente, a sua padaria confeciona cinco tipos de pães especiais diferentes, nos quais o ouro e a prata, bem como flores e flocos, são na grande maioria das vezes ingredientes essenciais. Uma nova tipologia de pão, “totalmente personalizada”, está já a ser trabalhada pela padaria, a qual poderá ascender “aos 10 mil euros” de preço final.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

O pão mais caro do mundo é feito com ouro e prata

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião