Banco Montepio encaixa 27 milhões com venda no Brasil

Banco vendeu participação de 10% que tinha na sociedade Monteiro Aranha, que herdou na sequência do colapso do Grupo Espírito Santo em 2014.

O Banco Montepio anunciou esta sexta-feira que vendeu a participação que detinha na sociedade Monteiro Aranha, no Brasil, num negócio que representou um encaixe bruto de 26,6 milhões de euros, mas só terá impacto de 330 mil euros nas contas de 2021. Esta participação na Monteiro Aranha tinha sido herdada pelo banco aquando do colapso do Grupo Espírito Santo, em 2014.

Em comunicado enviado ao mercado, o banco liderado por Pedro Leitão informa que vendeu a posição de 10,3% na Monteiro Aranha no leilão da oferta pública de aquisição (OPA) lançada pela Sociedade Técnica Monteiro Aranha, realizado pela bolsa de valores do Brasil. O ECO adiantou há um ano que esta participação estava no mercado.

“A venda proporcionou um encaixe financeiro bruto de 177,3 milhões de reais, traduzindo um impacto estimado favorável de 3 pontos base nos rácios de capital do Banco Montepio de final de 2020 (rácio Common Equity Tier 1 e rácio de Capital Total), em ambos os casos traduzindo a diminuição dos ativos ponderados pelo risco, e o impacto no resultado líquido de 2021 associado aos custos da transação no valor de 330 mil de euros após o efeito fiscal“, adiantou o Banco Montepio.

A participação no grupo Monteiro Aranha, uma holding centenária com investimentos na Klabin (Papel e Celulose), na Ultra (GLP e Derivados do Petróleo) e no imobiliário, tinha sido dada pelo GES como colateral de um financiamento de 50 milhões de euros à Rioforte, de acordo com informação recolhida pelo ECO. A Rioforte era o braço industrial do GES, que foi à falência há seis anos.

Esta sexta-feira, o ECO adiantou que o Banco Montepio e a Associação Mutualista Montepio Geral estão em discussões para transferir uma carteira de ativos problemáticos no valor de cerca de 1.000 milhões do balanço do banco para um veículo financeiro que será gerido pela mutualista.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banco Montepio encaixa 27 milhões com venda no Brasil

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião