ERSE propõe aumento de 0,8% nas tarifas reguladas de gás natural para as famílias

  • ECO e Lusa
  • 31 Março 2021

Numa fatura média mensal de 20,31 euros para um casal com dois filhos, o impacto da variação média da tarifa final regulada proposta para os clientes domésticos será de mais 2 euros por ano.

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) propôs esta quarta-feira um aumento de 0,8% nas tarifas de gás natural para os clientes finais do mercado regulado, a partir de outubro e até setembro de 2022.

De acordo com o regulador, considerando uma fatura média mensal de 20,31 euros para um casal com dois filhos, o impacto da variação média da tarifa final regulada que é proposta para os clientes domésticos será de mais 15 cêntimos no valor mensal a pagar. Ao fim de um ano são quase mais dois euros na fatura de gás das famílias.

“Estão sujeitos a estas variações os cerca de 245 mil consumidores que permanecerem no comercializador de último recurso e que representam cerca de 2% do consumo nacional”, diz a ERSE.

Em comunicado, o regulador indicou que os preços de venda de gás natural “a clientes finais do mercado regulado com consumos inferiores ou iguais a 10.000 m3/ano [metros cúbicos por ano” apresentam uma variação de 0,8% a partir de outubro.

“Apesar da redução da tarifa de acesso às redes, perspetiva-se uma subida no custo de aprovisionamento do gás natural, o que justifica o acréscimo nas tarifas transitórias de venda a clientes finais”, apontou a ERSE.

Já os consumidores com tarifa social beneficiarão de um desconto de 31,2% sobre as tarifas transitórias de Venda a Clientes Finais, conforme Despacho n.º 3163/2021, de 24 de março, do membro do Governo responsável pela área da energia, refere o comunicado da ERSE.

A documentação que sustenta a proposta tarifária da ERSE para o período de 01 de outubro de 2021 a 30 de setembro de 2022 é submetida a parecer do Conselho Tarifário (CT) e a consulta de algumas entidades.

O CT deve emitir o seu parecer em 30 dias, cabendo depois ao regulador tomar a decisão final até 01 de junho.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

ERSE propõe aumento de 0,8% nas tarifas reguladas de gás natural para as famílias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião