UE garante mais 50 milhões de doses da Pfizer para este trimestre

A Pfizer vai fornecer 50 milhões de doses adicionais da sua vacina contra a Covid-19 à União Europeia durante este trimestre.

A Presidente da Comissão Europeia anunciou esta quarta-feira que a Pfizer vai fornecer 50 milhões de doses adicionais da sua vacina contra a Covid-19 durante este trimestre. O anúncio foi feito numa altura em que se continuam a verificar atrasos por parte das farmacêuticas e que a Janssen decidiu atrasar proativamente a entrega das vacinas na Europa.

Estes 50 milhões de doses estavam inicialmente previstos para serem entregues no quarto trimestre de 2021 e vão agora ser distribuídas no segundo“, disse Ursula Von der Leyen, em conferência de imprensa esta terça-feira. Nesse sentido, a presidente da Comissão Europeia referiu que as primeiras doses começavam a chegar já em abril.

Além disso, Ursula Von der Leyen disse que está a ser negociado um terceiro contrato com a Pfizer/BioNTech para a entrega de 1,8 mil milhões de doses em 2022 e 2023. “E vai envolver não só a produção da vacina, mas também [a produção de] componentes essenciais, que estará localizada na União Europeia”, explicou.

Este anúncio surge cerca de 24 horas depois de a farmacêutica do Johnson & Johnson ter decidido “atrasar proativamente” a distribuição da sua vacina contra a Covid-19 na Europa, após as autoridades de saúde dos EUA terem suspendido a administração desta vacina ao nível federal. Esta suspensão foi decidida após notificados seis casos raros de coágulos sanguíneos, em mulheres com idades compreendidas entre os 18 e os 48 anos, seis a 13 dias após a vacinação, e tem como finalidade o estudo mais aprofundado dos referidos casos. De notar que, nos Estados Unidos já foram dadas cerca de sete milhões de doses deste fármaco.

Esta quarta-feira, o jornal italiano La Stampa avançou que a Comissão Europeia decidiu não renovar os contratos da vacina contra a Covid-19 no próximo ano com a empresa anglo-sueca Astrazeneca e o grupo norte-americano Johnson & Johnson. Mas esta decisão, que ainda não foi confirmada oficialmente, não coloca em causa os contratos já assinados. Bruxelas acordou com a Janssen, farmacêutica do grupo Johnson & Johnson a compra de 200 milhões de doses para este ano, com uma opção de compra de 200 doses adicionais. Quanto à vacina da AstraZeneca estão acordadas 400 milhões de doses.

Por fim, a presidente da Comissão Europeia anunciou ainda que a UE atingiu o marco de 100 milhões de doses administradas, sendo que mais de 27 milhões de cidadãos europeus já têm o processo de vacinação completo, isto é, as duas doses das vacinas.

(Notícia atualizada às 13h39)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

UE garante mais 50 milhões de doses da Pfizer para este trimestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião