Abreu Advogados encerra 2020 faturando 33,6 milhões de euros

A Abreu Advogados, liderada por Duarte de Athayde, registou em 2020 uma faturação de 33,6 milhões de euros, um crescimento de 12%.

A Abreu Advogados registou um valor de faturação de 33,6 milhões de euros em 2020, o que representa um crescimento de 12%.

O ano de 2020 foi um dos mais desafiantes do nosso tempo. Depois de um período marcado por um grande dinamismo económico em 2019, o abalo provocado pela pandemia Covid-19 fez-se sentir em todas as áreas da economia. Perante uma crise eminente e uma grande imprevisibilidade, mantivemos o foco nos nossos clientes atuando como um parceiro de negócios focado em consultoria estratégica e na partilha de informações de valor acrescentado, úteis e relevantes para dissipar incertezas. A resposta foi positiva e estamos muitos satisfeitos pelo resultado agora anunciado”, nota Duarte de Athayde, managing partner da Abreu Advogados.

Em comunicado, a sociedade assegurou que para 2021 a aposta será numa oferta de “serviços jurídicos de excelência e sofisticação”, antecipando as tendências dos mercados e proporcionado um serviço de qualidade, que responda eficazmente aos desafios da recuperação. O escritório estará ao lado de questões essenciais, como as ambientais, sociais e de governação, prestando serviços personalizados para situações de gestão de crise e de estratégia, due-diligence, elaboração de relatórios, resolução de disputas e finanças sustentáveis”, referem.

“Apesar dos enormes desafios da recuperação da economia, a nossa meta é ser progressivamente mais fortes e causar impacto nos mercados, nos setores e nas áreas que são mais importantes para os nossos clientes”, confirma Duarte de Athayde.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Abreu Advogados encerra 2020 faturando 33,6 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião