Governo apresenta a “bazuca europeia” com novidades para as empresas e cultura. Acompanhe aqui

Depois de entregar o documento nas mãos do Presidente da República esta manhã, Costa apresenta o PRR publicamente, em Coimbra, antes de fazer chegar a versão final a Ursula von der Leyen

O Convento de São Francisco em Coimbra, reabilitado com fundos europeus, foi o palco escolhido por António Costa para apresentar publicamente o Programa de Recuperação e Resiliência. A chamada “bazuca europeia”, que deverá ajudar a economia nacional a crescer uns 3,5% adicionais até 2025, afinal tem mais verbas para as empresas, para a Cultura e para o Mar.

O documento foi entregue nas mãos do Presidente da República esta manhã e deverá seguir, segunda-feira (na sua versão final após consulta pública) para as mãos de Ursula Von der Leyen.

Cortes nos investimentos previstos no aproveitamento hidráulico de fins múltiplos do Crato, nos missing links e na vertente rodoviária das Áreas de Acolhimento Empresarial geraram poupanças para dar 243 milhões de euros para a Cultura, 252 milhões para o mar.

Acompanhe aqui a apresentação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo apresenta a “bazuca europeia” com novidades para as empresas e cultura. Acompanhe aqui

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião