Portugal é o quinto melhor país para expatriados. Caiu dois lugares

Expatriados consideram que Portugal tem uma boa qualidade de vida e é fácil instalarem-se, mas têm uma visão negativa das oportunidades de carreira e segurança no trabalho.

Portugal encontra-se entre os melhores sítios para viver para os expatriados. No entanto, o país recuou da terceira para a quinta posição no ranking do Expat Insider 2021, num ano marcado pela pandemia. Enquanto os expatriados consideram ser fácil de assentar e ter uma boa qualidade de vida, as oportunidades de carreira e segurança no emprego deixam a desejar.

O ranking, que contempla 59 países, avalia vários indicadores, sendo que Portugal se classifica no top 10 em três índices: qualidade de vida (3.º), facilidade de acomodação (9.º) e custo de vida (9.º). No Índice de Finanças Pessoais também obtém um bom resultado (14.º), enquanto o trabalho no estrangeiro é o indicador com um desempenho mais fraco (36.º).

A grande maioria dos expatriados consideram o país pacífico e sentem-se seguros em Portugal, com 78% dos entrevistados a avaliar também a qualidade dos cuidados médicos positivamente. Por outro lado, mais de metade dos expatriados (51%) dizem-se insatisfeitos com as oportunidades de carreira locais.

Para além disso, “enquanto 61% dos expatriados em todo o mundo estão satisfeitos com a segurança no emprego, esse é o caso de apenas 52% em Portugal”, destaca o ranking. E quase um terço dos expatriados estão insatisfeitos com o estado da economia local. No entanto, três quartos dos entrevistados dizem estar satisfeitos com o custo de vida no país.

Quanto ao impacto da pandemia, a InterNations adianta que esta “afetou os planos de realocação de cerca de dois em cada cinco expatriados em Portugal (37%), o que é exatamente a mesma proporção da média global”. Apenas 1% dos expatriados vai voltar a casa antes do planeado originalmente, sendo que muitos têm em vista ficar mais tempo: “mais de um quarto (27%) decidiram ficar em Portugal e não regressar a casa no futuro próximo”.

De sinalizar que a InterNations compilou ainda uma lista de onde os expatriados estão mais satisfeitos com a comunicação oficial relativamente à pandemia, no qual Portugal se situa em 16.º lugar.

Olhando para o ranking, quem leva a coroa de melhor país para os expatriados é Taiwan, com México e Costa Rica a completar o pódio. “Todos eles atraem expatriados com a facilidade de se instalar e boas finanças pessoais”, nota a InterNations, que elabora a lista. Já os piores países para expatriados são Kuwait (59.º), Itália, África do Sul, Rússia, Egito, Japão, Chipre, Turquia, Índia e Malta (50.º).

Veja o top 10:

  1. Taiwan,
  2. México,
  3. Costa Rica,
  4. Malásia,
  5. Portugal,
  6. Nova Zelândia,
  7. Austrália,
  8. Equador,
  9. Canadá,
  10. Vietname.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal é o quinto melhor país para expatriados. Caiu dois lugares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião