Dona da Luz Saúde sem interesse em continuar PPP de Loures após 2022

  • ECO
  • 21 Maio 2021

O grupo Fidelidade não tem interesse em continuar a Parceria Público-Privada com o Estado no hospital Beatriz Ângelo, em Loures, devendo esta terminar em 2022.

Depois de o grupo José de Mello, do dono dos hospitais CUF, ter rejeitado voltar a ter PPP em Portugal, foi a vez de a dona da Luz Saúde se mostrar pouco entusiasmada com a continuidade da parceria com o Estado. De acordo com o Expresso (acesso pago), a Fidelidade não tem interesse em prosseguir com parcerias dessa natureza nos acordos que tem atualmente estabelecidos em Loures.

“A gestão do Hospital Beatriz Ângelo (Loures) nas condições contratuais tem implicado um sacrifício muito elevado e insustentável para o grupo, por isso não estamos interessados em continuar“, adiantou Jorge Magalhães Correia, presidente do conselho de administração da Fidelidade, citado pelo Expresso.

Ainda esta semana, a presidente executiva da Luz Saúde tinha comunicado internamente aos funcionários que não existe a intenção de concorrer para uma eventual nova PPP em Loures. A atual PPP do Hospital Beatriz Ângelo chega ao fim em janeiro de 2022 e o Estado tinha já comunicado à Luz Saúde, em 2020, não pretender prolongar o contrato.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Dona da Luz Saúde sem interesse em continuar PPP de Loures após 2022

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião