Novas pensões públicas sobem para 1.328 euros

  • ECO
  • 21 Maio 2021

O número de funcionários públicos a reformarem-se no ano passado foi o mais elevado desde 2016. Valor médio das pensões dos funcionários públicos é 229 euros acima do observado em 2019.

O valor médio das novas pensões subiu, num ano em que houve mais funcionários públicos a reformar-se. A média está nos 1.328 euros por mês, 229 euros acima do valor médio observado em 2019, de acordo com o relatório do Conselho de Finanças Públicas, noticia o Correio da Manhã.

O número de funcionários públicos a reformarem-se no ano passado foi o mais elevado desde 2016, quando foram contabilizadas novas 8.727 pensões. Em 2020, entraram para a reforma 16.696 funcionários públicos, mais 1.257 que em 2019.

Considerando todos os aposentados do Estado, a pensão média subiu 13 euros em 2020, passando para 1.342 euros. No geral, o número médio de pensionistas por “velhice e outros motivos” foi 411.541 o que, segundo o relatório, se deve em parte ao acesso à reforma antecipada dos beneficiários com, pelo menos, 60 anos de idade e 40 anos de serviço efetivo. Posto isto, a despesa da Caixa Geral de Aposentações atingiu, em 2020, 10194 milhões de euros, mais 1,4% face ao ano anterior.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Novas pensões públicas sobem para 1.328 euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião