Regulador europeu dá “luz verde” a vacina da Pfizer para crianças dos 12 aos 15 anos

A Agência Europeia do Medicamento aprovou a utilização da vacina desenvolvida pela Pfizer/BioNTech em crianças com mais de 12 anos.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) deu, esta sexta-feira, “luz verde” à utilização da vacina da Pfizer/BioNTech contra o novo coronavírus em crianças dos 12 aos 15 anos. A vacina já era aconselhada para maiores de 16.

O anúncio foi feito por Marco Cavaleri, responsável pela Estratégia de Vacinas na EMA, referindo que agora o regulador tem dados suficientes “que mostram que a vacina é segura também nestas idades”. Por isso, a vacina poderá ser dada a este grupo e a administração será igual à dos adultos, ou seja, duas doses com um intervalo de três semanas.

O estudo, em que a EMA se baseou, juntou 2.000 adolescentes e nenhum dos vacinados foi infetado com o vírus que causa a Covid-19. Por outro lado, no grupo “placebo” 16 crianças desenvolveram a doença. Quanto aos efeitos secundários, são semelhantes aos dos jovens adultos.

Para o especialista este é um número considerável de pessoas num ensaio, mas, em resposta aos jornalistas, reconheceu que não é o suficiente para determinar “riscos raros” e por isso sublinhou a importância da “vigilância farmacológica” pois, como já tinha referido na sua intervenção, “a segurança e eficácia têm de ser continuamente monitorizadas” mesmo depois desta aprovação.

Apesar da aprovação científica, Cavaleri relembrou que a aprovação de circulação na Europa cabe à Comissão Europeia e que caberá a cada Estado-membro decidir se usa, ou não, este fármaco nesta faixa etária.

Em resposta aos jornalistas, o responsável anunciou que a EMA já recebeu o pedido da Moderna de aprovação do uso da vacina em crianças, pedido que “será avaliado nas próximas semanas”. Cavaleri acrescentou ainda que mais nenhuma farmacêutica fez este pedido.

(Notícia atualizada às 16h12)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Regulador europeu dá “luz verde” a vacina da Pfizer para crianças dos 12 aos 15 anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião