Meio milhão não respondeu ao SMS para agendar vacinação

  • ECO
  • 27 Maio 2021

27% das convocatórias por SMS para a vacina da Covid-19 estão sem resposta até hoje, o equivalente a meio milhão de pessoas. A maioria responde com "sim" e só 2% responderam com um "não".

Desde o arranque da vacinação contra a Covid-19, no final do ano passado, a maioria dos dois milhões de mensagens de texto (SMS) enviadas aos portugueses para agendamento da inoculação mereceram resposta positiva (71%) dos convocados. Já 27% não receberam qualquer resposta até à data, o equivalente a cerca de meio milhão de pessoas.

Este número deve ser interpretado com cautela e não significa, necessariamente, a recusa dos cidadãos (podem existir contactos desatualizados, por exemplo). Somente uma pequena fração de 2% respondeu com um “não” à convocatória, segundo dados da task force que coordena o plano de vacinação, citados pelo Público (acesso condicionado).

O jornal refere que a percentagem de SMS sem resposta tem vindo a diminuir, à medida que diminui também a faixa etária de cidadãos a vacinar. Quanto ao portal do auto-agendamento da vacinação, registou 530 mil inscrições desde 23 de abril.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Meio milhão não respondeu ao SMS para agendar vacinação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião