Adidas torna Stan Smith imortais e sustentáveis. Ténis são feitos de couro reciclado e cogumelos

  • Capital Verde
  • 31 Maio 2021

Em 2021 nasceram os novos Stan Smith Forever, como parte da jornada da Adidas para eliminar o desperdício de plástico. São fabricados com cabedais 'Primegreen' reciclados e borracha também reciclada.

As icónicas sapatilhas Adidas Originals Stan Smith nasceram nos anos 60 do século XX e ficaram a dever o seu nome ao campeão do Tennis Masters Cup, torneio que em 1970 juntou os oito melhores tenistas do mundo daquela altura. Stan Smith tem hoje 74 anos e em 2018 lançou um livro com um título que resume bem no que se transformou a sua vida graças a um par de ténis: “Algumas pessoas pensam que eu sou um sapato”.

Em torneios de Grand Slam, o ex-tenista profissional americano venceu o US Open em 1971 e o Torneio de Wimbledon em 1972. Por isso mesmo foi o escolhido para dar a cara e o nome a um “produto revolucionário” à época. Isto porque naquela altura o calçado usado para jogar ténis profissionalmente era fabricado em tecido e a Adidas quis criar um modelo mais resistente, para evitar lesões, feito de couro, com sola de borracha e entre sola sintética. A inovação não só fez furor nos courts de ténis em todo o mundo, como depressa se transformou num ícone de moda intemporal.

A verdade, diz a Adidas, é que desde 1973, os Stan Smith têm permanecido mais ou menos iguais. “Mas agora, precisam de mudar. Não no look ou no conforto, mas na forma como são feitos. Chegou o momento dos sapatos clássicos se tornarem mais sustentáveis. E verdadeiramente intemporais”, garante a marca, explicando: “Sem comprometer o característico design, reinventámos os Stan Smith com um topo ‘Primegreen’ reciclado. Um novo padrão de sustentabilidade numa silhueta clássica. Porque o estilo e a sustentabilidade não devem andar só de mãos dadas – mas nos teus pés”.

A Adidas quer reduzir a dependência do poliéster virgem, entre outros produtos com uma elevada pegada carbónica e ambiental, como é caso do couro, e entre as soluções está o ‘Primegreen’, uma série de materiais de alto desempenho que oferece opções mais sustentáveis para o fabrico dos produtos da marca.

No início de 2021 nasceram assim os novos Stan Smith Forever, como parte da jornada da Adidas para tentar eliminar o desperdício de plástico. “Marcando o início de uma nova jornada para os Stan Smith, comprometemos uma das nossas silhuetas mais antigas e bem-sucedidas em prol de um futuro mais sustentável. E se o visual permanece o mesmo, a partir de agora os modelos de Stan Smith serão uma tela experimental para ajudar a acabar com os resíduos de plástico”, justifica a marca de produtos desportivos.

Os primeiros modelos Stan Smith mais modernos e sustentáveis a sair este ano para o mercado são fabricados com cabedais ‘Primegreen’ brancos, materiais reciclados de alto desempenho que são colocados sobre solas de borracha, também ela já reciclada. Cada par de ténis da nova coleção vem embalado na clássica caixa azul Adidas Originals, que já foi entretanto atualizada para ser composta por mais de 90% de papel reciclado.

Esta coleção faz parte do compromisso da adidas de eliminar os resíduos plásticos, utilizando apenas poliéster reciclado nos seus produtos até 2024. “Ao renovarmos os nossos ícones de uma forma sustentável, damos mais um passo em direção a um futuro mais limpo”, reforça a marca.

Além da versão clássica, a nova coleção Stan Smith Forever inclui modelos com personagens “verdes” da Disney, Pixar, Marvel, e Star Wars. Estre elas estão o Sapo Cocas, Groot, Yoda, WALL-E, Rex, Hulk.

Além dos Stan Smith Forever, feitos com cabedais ‘Primegreen’ reciclados, a Adidas lançou também os novos Stan Smith Mylo, o primeiro calçado a ser feito com Mylo: um material inovador feito à base de cogumelo que se parece com o couro – macio, flexível, mas na prática uma alternativa mais sustentável.

Feito de micélio renovável – as raízes subterrâneas dos cogumelos – Mylo é criado usando um cultivo altamente eficiente que leva menos de duas semanas. O processo tira proveito de uma técnica de agricultura vertical, permitindo que o micélio seja cultivado num sistema que economiza espaço e aumenta o rendimento por metro quadrado.

“Este conceito marca a criação de produtos de calçado que são verdadeiramente Made with Nature, contribuindo para o nosso compromisso com o processo de criação Regenerative Loop, onde os produtos são feitos com a natureza”, explica a Adidas. Neste modelo, a parte superior externa, as 3 tiras perfuradas, a sobreposição da aba do calcanhar e a marca premium são componentes feitas com Mylo. A sola intermédia do sapato é feita com borracha natural.

Este novo conceito nasceu de uma parceria com a Bolt Threads, uma empresa de biotecnologia empenhada em criar a próxima geração de materiais avançados. O material Mylo é versátil, pois pode assumir qualquer cor, acabamento ou relevo, mas foi o modelo clássico Stan Smith da Adidas o escolhido para a aplicação do novo material revolucionário.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Adidas torna Stan Smith imortais e sustentáveis. Ténis são feitos de couro reciclado e cogumelos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião