Credores reclamam 11,5 mil milhões em dívidas, mas império Espírito Santo só paga 2,6%

  • ECO
  • 11 Junho 2021

Os credores reclamam junto do Grupo Espírito Santo 11,5 mil milhões de euros em dívida, mas o que resta deste império totaliza apenas cerca de 300 milhões de euros.

Aquilo que resta do império Espírito Santo — ESI, Rioforte e ES Control — vale atualmente cerca de 300 milhões de euros, um montante que ascende a apenas 2,6% das dívidas reclamadas pelos credores, que totalizam 11,5 mil milhões de euros, avança o Expresso (acesso pago).

Os números constam do último relatório elaborado pelos responsáveis da insolvência do Grupo Espírito Santo (GES), referente ao final de abril: 300 milhões de euros é a soma dos bens depositados em cada uma daquelas três holdings, sendo que a ES Control “não dispõe de fundos líquidos”.

Mas os credores reclamam muito mais: 7,4 mil milhões da ESI (só tem 150 milhões em caixa), 3,7 mil milhões da Rioforte (pouco mais de 153 milhões) e 267 milhões da ES Control (sem verbas). As perspetivas para recuperar estes montantes são baixas, já que eventuais vendas de ativos estão dificultadas pelos arrestos judiciais, diz aquele jornal.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Credores reclamam 11,5 mil milhões em dívidas, mas império Espírito Santo só paga 2,6%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião