Free Now compromete-se a atingir paridade de género em cargos de liderança até 2023

A empresa estabeleceu metas para aumentar a quota de líderes femininas de 33% para 38% até ao final do ano. Para 2023, a quota deverá aumentar até 43%. Em Portugal, a paridade já foi atingida.

A Free Now vai reforçar o seu compromisso com a diversidade e inclusão junto dos seus colaboradores e cultura empresarial. A plataforma de mobilidade pretende atingir um rácio equilibrado entre homens e mulheres em cargos de liderança até o final de 2023. Em Portugal, a paridade já foi alcançada.

“Até ao final de 2023, a Free Now quer ter um número equilibrado de homens e mulheres em todos os cargos de liderança da empresa”, lê-se em comunicado. Sendo o rácio de género verificado nas posições de liderança o principal componente para alcançar diversidade e inclusão no meio empresarial, a empresa estabeleceu metas para aumentar a quota de líderes femininas de 33% para 38% até ao final do ano. Para 2023, a quota deverá aumentar até 43%.

Em Portugal, a Free Now atingiu uma quota de 50% com a entrada de Daniela Rocha Almeida, que veio reforçar a equipa de liderança como B2B sales lead. “A diversidade e inclusão deve estar no ADN das empresas, pois só assim conseguiremos que estes valores tenham impacto e reflexo na sociedade no geral”, refere Daniela Almeida.

No âmbito da iniciativa “Make a move for Diversity and Inclusion”, e por ocasião do primeiro mês dedicado à diversidade (maio), a empresa de mobilidade assinou a “Carta da Diversidade”, onde assume a importância deste tema nos locais de trabalho e na sociedade.

Recentemente, a plataforma de mobilidade juntou-se à iniciativa “Compromisso Aberto dos Empregadores” da União Europeia para, com outras empresas europeias de tecnologia, impulsionar a mudança das narrativas e das políticas no que diz respeito à migração laboral na Europa.

“Em Portugal, será implementada uma maior e mais atrativa oferta de mobilidade para os segmentos mais seniores”, avança a empresa, dando como exemplo a parceria com o projeto “A Avó Veio Trabalhar”, que pretende promover o envelhecimento ativo através da criação de produtos, realização de workshops, experiências culturais e, essencialmente, do convívio.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Free Now compromete-se a atingir paridade de género em cargos de liderança até 2023

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião