L’Oréal vence prémio Pessoas na categoria de “diversidade e inclusão”

Tanto internamente, como externamente, a multinacional tenta ser uma empresa verdadeiramente diversa e inclusiva a todos os níveis.

A diversidade e inclusão estão no ADN da L’Oréal desde sempre, sendo um pilar da empresa tanto externamente como internamente. Esta política valeu-lhe o Pessoas Award na categoria “diversidade e inclusão”, disputado também pela DefinedCrowd e Microsoft.

Para o júri, a escolha da L’Oréal para vencedora deste prémio é justificada por se tratar de uma “empresa centenária que, além de preservar os seus valores históricos, consegue atualizar-se e fazer garantir princípios de igualdade e diversidade a nível internacional”.

Filipa Rodrigues é HR manager and learning for development manger na L’Oréal

“Somos uma empresa onde todas as pessoas, independente das suas características, podem ter um futuro, desenvolver carreira e crescer”

Para a L’Oréal, a beleza é para todos e a sua missão enquanto empresa é fazer com que o conceito de beleza, seja ele qual for, chegue a todas as pessoas e a todas as partes do mundo. Também internamente, a multinacional tenta ser uma organização verdadeiramente diversa e inclusiva. “Somos uma empresa onde todas as pessoas, independente das suas características, podem ter um futuro, desenvolver carreira e crescer”, diz Filipa Rodrigues, HR manager and learning for development manger na L’Oréal.

No grupo, existe um roadmap internacional com alguns grandes objetivos relativamente à diversidade e inclusão e que se reparte por quatro eixos prioritários: género e LGBTI, deficiência, origem socioeconómica e multicultural, e idade e gerações. Internamente, um grande objetivo é “criar awareness e sensibilização de todos os nossos colaboradores para estes temas”. Formações e open talks servem para pôr os colaboradores a falarem sobre estes assuntos e partilharem os seus pontos de vista.

Já externamente, as preocupações materializam-se através de ações e projetos que a empresa leva a cabo para dar voz e fazer acontecer aqueles que são os objetivos que tem em cada uma das dimensões. “Um exemplo concreto disso é tudo o que a L’Oréal Paris fez recentemente com o site, produzindo labels em braile para as pessoas que veem”, refere.

Outro são os processos de seleção, comunicados para a comunidade de pessoas com deficiência. “Somos vistos como um potencial empregador e ajustamos os nossos processos de recrutamentos, de forma a darmos essas oportunidades, preparando também os managers para esses processos”, conta Filipa Rodrigues.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

L’Oréal vence prémio Pessoas na categoria de “diversidade e inclusão”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião