Rui Moreira vai a julgamento dia 16 de novembro, depois das autárquicas

O presidente da Câmara do Porto, arguido no caso Selminho, vai a julgamento dia 16 de novembro, depois das eleições autárquicas.

O julgamento do presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, no âmbito do processo Selminho está marcado para o dia 16 de novembro, no Tribunal Judicial Comarca do Porto. A sentença acontece depois das eleições autárquicas.

“A primeira sessão de audiência de julgamento está agendada para o dia 16 de novembro do corrente ano, realizando-se as seguintes nos dias 17, 18 e 24 de novembro“, adianta o Tribunal Judicial da Comarca do Porto, esta quarta-feira.

O presidente da Câmara Municipal do Porto é acusado de favorecer a imobiliária da família, da qual era sócio, em detrimento do município. O autarca disse que “a acusação não tem qualquer fundamento” e que “é um insulto que possa ter beneficiado a família”, diz Rui Moreira.

O autarca disse que “não teve qualquer participação em qualquer processo em que estivesse envolvida a família” e que “não tomou direta ou indiretamente, ou por qualquer interposta pessoa, qualquer decisão que alterasse a posição do município em qualquer processo judicial”, referiu Rui Moreira.

Rui Moreira, que recandidatou-se ao terceiro mandato da Câmara do Porto dia 17 de junho, já tinha dito que o processo não iria interferir na recandidatura ao Porto. “Quero deixar bem claro, principalmente para aqueles que me querem afastar dos portuenses, que este processo não irá interferir na avaliação sobre a minha recandidatura a presidente da Câmara Municipal do Porto. Isso seria uma traição a tudo aquilo que acredito”, disse Rui Moreira.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rui Moreira vai a julgamento dia 16 de novembro, depois das autárquicas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião