Generali compra negócios da Axa na Malásia

  • ECO Seguros
  • 28 Junho 2021

O grupo italiano acordou aquisição de operações Vida e Não Vida do grupo francês. Comprará ainda parte que ainda não detém noutra joint-venture, unifica não Vida e passará a ter duas empresas no país.

O grupo Generali assinou um acordo para a compra de participações detidas pela Axa e o Affin Bank em duas empresas conjuntas na Malásia, correspondendo nomeadamente a 53% da Axa Affin General Insurance Berhad (49,9% da AXA e 3% do banco Affin e outros minoritários) e 70% da Axa Affin Life Insurance Berhad (49% da Axa e 21% do Affin Bank).

O valor combinado das transações é estimado em 262 milhões de euros (1,29 mil milhões de ringgits da Malásia), montante que poderá sofrer ajustamento no fecho do negócio e que terá um efeito negativo de -3,5 pp no rácio de solvência do grupo italiano que, em Portugal, consolida Tranquilidade e outras marcas de seguros.

Com estas transações, a Generali ascenderá ao 2º lugar no mercado não-Vida na Malásia, concretizando objetivo estratégico de reforçar posições de “liderança em mercados de elevado potencial, como a Malásia”, um país com uma classe média em crescimento e taxa de penetração (de seguros) que considerada relativamente baixa comparativamente com outros países da região, afirmou Jaime Anchústegui Melgarejo, CEO da área International da Generali.

O valor transacional indicado pela Generali inclui o conjunto das participações (Axa e Affin Bank). Já a Axa indicou, em comunicado, que o acordo de venda das suas participações nas duas joint-ventures foi assinado por 140 milhões de euros. A Axa Affin General Insurance (AAGI) é 5ª em não Vida, com quota de 7,9% do mercado, a Axa Affin Life Insurance (AALI) é 11ª no mercado Vida da Malásia, detalhou a companhia francesa.

A par da aquisição dos negócios da Axa, a Generali apresentou um pedido aos reguladores locais para comprar as ações que ainda não detém na MPI Generali Insurans Berhad (MPI Generali), uma empresa conjunta controlada pela parceira local Multi-Purpose Capital Holdings Behad (MPHB Capital). Ambas as transações estão sujeitas a visto do ministério das Finanças e do Banco central da Malásia.

Esperando que as operações estejam concluídas até ao segundo trimestre de 2022, e contando que de seguida se concretize a fusão entre a AXA Affin General Insurance e a MPI Generali, a companhia italiana passará a operar duas empresas na Malásia, uma no ramo não Vida e outra no mercado seguros de Vida, controlando 70% de ambas, enquanto o Affin Bank ficará detentor dos 30% restantes em cada operação, detalha um comunicado da Generali,

Com este arranjo na estrutura acionista, os parceiros terão um acordo de banca seguros (bancassurance) exclusivo para distribuição de produtos Vida e não Vida. O Affin Bank, criado em 1975, é o 10º maior do sistema bancário local e conta com 110 agências.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Generali compra negócios da Axa na Malásia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião