Programa Inov Contact vai ser remodelado. Candidaturas arrancam em julho

No início de julho vai voltar a ser lançado o período de candidaturas a estágios internacionais remunerados que estiveram suspensos devido à pandemia.

Ao fim de 25 anos é tempo de mudar. A geração Z assim o exige. Para acompanhar os tempos, o programa de estágios da Aicep – o Inov Contacto – vai ser remodelado. Os estagiários que vão ser espalhados pelo mundo no início de 2022 já vão ser abrangidos pelo novo formato.

A Nova IMS está a desenvolver um estudo junto dos clientes da Aicep para perceber quais as valências mais valorizadas para depois ajustar o programa as tendências desta nova geração muito mais conectada com o mundo.

“Vamos lançar um novo formado do Programa Inov contacto”, anunciou o presidente da Aicep na apresentação do plano estratégico da agência que promove o investimento e as exportações. No início de julho vai voltar a ser lançado o período de candidaturas a estágios internacionais remunerados que estiveram suspensos devido à pandemia. “Vamos ter estagiários espalhados pelo mundo no início de 2022”, garantiu Luís Castro Henriques.

“Está neste momento a ser feito um estudo com a Nova IMS para identificar as valências da plataforma Inov Contacto. Estamos a contactar uma série de empresas clientes e a avaliar as valências mais valorizadas pelos estagiários para se definir o novo formato”, explicou o presidente da Aicep.

O responsável pela agência, que já garante 75% de empregabilidade aos que participam nesta iniciativa, contou que já foram feitas “adaptações” ao Inov Contacto “ao longo do triénio” e foi “aumentada a sua abrangência”. Mas avançou que a necessidade de um novo formato decorre do facto de, ao fim de 25 anos, fazer “sentido repensar a iniciativa”, mas também com o facto de “a geração atual de estagiários não tem nada a ver com a geração de há 25 anos”, frisou Castro Henriques.

40% dos participantes ficam nas empresas nas quais estagiam.

“Há 25 anos fazer um estágio no estrangeiro era uma espécie de odisseia, devia ser a coisa mais próxima de dobrar o cabo Bojador, há uns séculos”, ironizou o presidente da Aicep. “Hoje esta geração é muito mais global, já se move pela internet e consegue estágios mundo fora em coisas muito interessantes”, sublinha. Por isso, “a oferta do Inov Contacto tem de ser diferenciadora em relação a isso”, acrescentou, recordando que 40% dos participantes ficam nas empresas nas quais estagiam.

Mas não é só “a nova geração Z” e “os novos desafios em termos de relações laborais” que justificam a avaliação das diferentes valências que o Inov Contacto. A pandemia e a “descentralização das organizações, com os novos formatos de atuação de uma série de empresas, sejam elas nacionais ou internacionais”, levaram também a Aicep a considerar que era o “momento de avaliar as diferentes valências do Inov Contacto”.

Em cima da mesa está também a identificação “novos formatos de serviços que vão ser utilizados na plataforma Inov Contact, inclusivamente toda a dinamização digital de relacionamento” de uma comunidade que conta com milhares de jovens quadros. E de “outros já não tão jovens”, uma vez que o programa já tem um quarto de século.

Outras das razões que levam à necessidade de reformular o Inov Contacto — onde mais de 60% encontram emprego logo assim que saem do estágio – é o facto de estes ser um programa financiado com verbas comunitárias do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE). “Este programa tem critérios específicos e estamos a antecipar as alterações no novo quadro comunitário de apoio”, o Portugal 2030, acrescentou Castro Henriques.

Com 1.284 empresas associadas a oferecer estágios em 82 países a nova fornada de estagiários já vai ser abrangida com as novas orientações.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Programa Inov Contact vai ser remodelado. Candidaturas arrancam em julho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião