Altice cobra 13 milhões para manter SIRESP por 18 meses

  • ECO
  • 1 Julho 2021

Contrato para fornecer os serviços necessários para manter em funcionamento tem a duração de 18 meses. Por este serviço, a empresa liderada por Alexandre Fonseca vai receber cerca de 13 milhões.

A Altice vai continuar a fornecer os serviços necessários para manter em funcionamento o Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP). Por esse serviço, vai receber cerca de 13 milhões de euros, revela o Público (acesso pago).

O contrato do SIRESP chegou ao fim a 30 de junho. Contudo, a continuidade da rede SIRESP a partir de julho não ficou em causa. Apesar de ainda faltar a aprovação do TdC, foi assinado já um novo contrato para garantir “a prestação de serviços inerentes ao normal funcionamento da rede SIRESP”, disse a operadora ao ECO.

Com este contrato, assinado há cerca de duas semanas, a Altice ficará obrigada a gerir a manutenção do sistema Tetra, a prestar serviços associados à rede de circuitos e à cedência de espaços e de infraestruturas elétricas e à transmissão via satélite das comunicações. E o valor a receber será em torno dos 13 milhões de euros, por um período de 18 meses.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Altice cobra 13 milhões para manter SIRESP por 18 meses

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião