Quidgest vai entrar em novos mercados na Europa. Está com “radar no mundo inteiro”

A multinacional tecnológica acredita que vai ter "grandes oportunidades de negócio" nos países do Benelux e Nórdicos. Com esta expansão, passa a disponibilizar tecnologia em 20 mercados.

A Quidgest, multinacional de software portuguesa, fechou uma parceria de desenvolvimento de negócio e software com a η!Transformers, empresa sediada nos Países Baixos. Com este acordo, vai entrar na Bélgica, Países Baixos, Luxemburgo, Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia e passa a estar presente em cerca de 20 mercados a nível mundial. No entanto, a empresa destaca que “está com o radar em aberto ao mundo inteiro”.

“Temos tecnologia muito preparada para estes mercados maduros. Depois da Alemanha, esta região da Europa é um alvo muito apetecível para o desenvolvimento do nosso negócio. Este novo parceiro nesta zona da Europa traduz-se numa postura proativa e acreditamos que vamos ter nestes países inseridos no Benelux e Nórdicos grandes oportunidades de negócio”, explica ao ECO, Carlos Costa, marketing e partnerships manager da Quidgest.

A partir desta parceria, a η!Transformers, que conta com fundadores com mais de 25 anos de experiência na área das tecnologias de informação, passará a beneficiar do potencial de desenvolvimento de tecnologia do Genio, a plataforma de geração automática de software da Quidgest que permite acelerar o processo de desenvolvimento em até 100 vezes, e irá vender soluções desenvolvidas pela Quidgest nos setores do retalho, banca, saúde e administração pública, entre outros.

O partnerships manager da Quidgest conta que a η!Transformers “tem contactos ao mais alto nível e estão em processos de transformação digital e que precisam do tipo de tecnológica e soluções digitais mais ágeis” que a multinacional portuguesa pode oferecer.

Já Aernoudt Bottemanne, fundador da η!Transformers, afirma em declarações ao ECO, que escolheram Quidgest porque a multinacional portuguesa “revelou que a abordagem conduzida por data e impulsionada por inteligência artificial permite a maior produtividade para o desenvolvimento de aplicações de grande dimensão. O valor que conseguimos criar juntos para os nossos clientes é gigantesco visto que a quantidade de dinheiro poupado em construir soluções que funcionam exatamente de acordo com as necessidades é enorme”, refere.

Em Portugal, a Quidgest, que emprega cerca de 100 colaboradores, conta com clientes como a Assembleia da República, Turismo de Portugal, FC Porto, Instituto português de qualidade, Centro Hospital de Lisboa, Hospital São João, Provedor de Justiça, CCDR Algarve, IEFP, Região Autónoma dos Açores, Universidade Nova de Lisboa, Universidade Aberta, Eurobic, EDP, Inatel Fundação, Altice Cuidados de Saúde, Câmara Municipal do Porto, entre outros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Quidgest vai entrar em novos mercados na Europa. Está com “radar no mundo inteiro”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião