Rui Costa pode travar entrada do investidor americano no Benfica

O americano John Textor confirmou à CMVM que tem um acordo para comprar 25% da SAD do Benfica. Mas como o investidor é considerado uma “entidade concorrente”, tem de ter o "ok" do clube.

Estádio da Luz é o primeiro estádio em Portugal com tecnologia 5G - 09ABR21
Rui Costa, atual presidente do Benfica.Hugo Amaral/ECO

Os acordos já tinham sido relatados nos despachos de pronúncia do Ministério Público e foram confirmados esta terça-feira, em comunicado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). O empresário José António dos Santos, arguido na operação “Cartão Vermelho”, confirmou que tem “dois acordos para a venda” de 25% do capital da Benfica SAD ao investidor americano John Textor.

Mas esta operação, apesar de ser um negócio entre dois acionistas (um atual e outro potencial), para avançar terá ter “luz verde” da atual direção do clube, que neste momento é liderada por Rui Costa.

Porquê? Porque os estatutos do Benfica dizem que a compra de ações representativas de mais de 2% do capital social da SAD “por uma entidade concorrente” terá de ser aprovada pelas ações da categoria A, que são detidas pelo clube e que representam 40% do capital.

E porque é que John Textor é considerado “uma entidade concorrente”? Porque os estatutos da SAD dizem que são “entidade concorrentes” qualquer entidade que desenvolva a sua atividade “na participação em competições profissionais de futebol, na promoção e organização de espetáculos desportivos ou no fomento ou desenvolvimento, ainda que indiretamente, de atividades relacionadas com a prática desportiva profissionalizada da modalidade de futebol em Portugal ou no estrangeiro”.

O milionário norte-americano John Textor, segundo o site Mais Futebol, é sócio maioritário da Fubo TV, uma espécie de Netflix para transmitir eventos desportivos, como as ligas profissionais de futebol americano (NFL), basquetebol (NBA), basebol (MLB), hóquei no gelo (NHL) e futebol (MLS).

Assim, na prática será a nova direção do clube, agora liderada por Rui Costa (Luís Filipe Vieira suspendeu o mandato), que irá decidir se dá autorização ao americano John Textor para que possa entrar no capital da SAD. A direção atual — enquanto não são realizadas as eleições — é composta por Rui Costa e por mais seis vices-presidentes.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rui Costa pode travar entrada do investidor americano no Benfica

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião