Banca avança com nova ação de 27 milhões contra Isabel dos Santos

Caixa Geral de Depósitos, BCP e Novo Banco colocaram uma nova ação contra Isabel dos Santos, no valor de 26,98 milhões. O processo tem mais dois visados: a Unitel International Holdings e a Kento.

Caixa Geral de Depósitos, BCP e Novo Banco colocaram uma nova ação contra Isabel dos Santos. O processo dos três bancos, no valor de 26,98 milhões de euros, tem mais dois visados além da própria empresária angolana: a Unitel International Holdings e a Kento Holding.

Nenhuma das instituições financeiras envolvidas comentou ainda a ação, que deu entrada esta sexta-feira no tribunal de Lisboa.

Quem são os visados? Além da filha do antigo presidente de Angola, o processo visa ainda a Unitel International Holdings (Holanda) e a Kento Holding (sociedade da empresária angolana em Malta), que detêm participações indiretas na Nos que chegam a mais de 26% da operadora portuguesa através da Zopt, um veículo criado em parceria com a Sonae (a holding da família Azevedo está a desfazer esta união).

Estas participações de Isabel dos Santos estão arrestadas no âmbito das investigações judiciais decorrentes do Luanda Leaks, juntamente com mais ativos da empresária angolana.

A CGD já tinha avançado com uma ação de execução em março contra a Kento, no valor de seis milhões de euros. O banco público já assumiu, de resto, o controlo de parte de posição que a empresária angolana detém indiretamente na operadora, enquanto entidade beneficiária do penhor das ações detidas pela Kento na Zopt.

Não é a primeira ação que estes três bancos colocam em conjunto contra Isabel dos Santos. No final do ano passado, também avançaram com um processo contra a holding maltesa Winterfell Industries e no qual reclamam 26,39 milhões de euros — que terão sido emprestados no âmbito do negócio para a compra de parte da Efacec em 2015.

Antes desse processo, também moveram duas ações em novembro contra a Winterfell 2 no valor de 29 milhões de euros, com o intuito de assegurar o direito a uma futura a indemnização no âmbito da nacionalização da Efacec.

(Notícia atualizada pela última vez às 18h07)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banca avança com nova ação de 27 milhões contra Isabel dos Santos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião