Lucros da indústria chinesa subiram quase 70% no primeiro semestre

  • Lusa
  • 27 Julho 2021

Quando comparado ao período entre janeiro e junho de 2019, o aumento dos lucros das principais empresas industriais da China no primeiro semestre de 2021 foi de 45,5%.

Os lucros das principais empresas industriais da China aumentaram 66,9%, em termos homólogos, nos primeiros seis meses de 2021, em parte devido à base comparativa, uma vez que o país paralisou durante o primeiro trimestre de 2020.

No entanto, os dados divulgados hoje pelo Gabinete Nacional de Estatísticas da China (GNE) revelam também que, quando comparado ao período entre janeiro e junho de 2019, o aumento no primeiro semestre de 2021 é de 45,5%.

Para o estatístico do GNE Zhu Hong, a situação deve-se em grande parte à recuperação da procura pela produção industrial e à “melhoria sustentada nas condições operacionais das empresas”.

No primeiro semestre, os ganhos do setor fixaram-se em 4,22 biliões de yuan (551.918 milhões de euros).

Para a elaboração deste indicador, o GNE leva em consideração apenas as empresas industriais com um faturamento anual superior a 20 milhões de yuans (2,60 milhões de euros).

Dos 41 setores analisados, 39 registaram um aumento dos lucros, nos últimos seis meses.

As mais beneficiadas foram as empresas estatais, com um aumento dos lucros de 111,9%, face ao período homólogo, enquanto os lucros das empresas privadas aumentaram 47,1%.

O GNE destacou a subida nos lucros da indústria de fabrico de fibras químicas (387,5%), da fundição e processamento de metais não ferruginosos (272,8%) e da indústria de extração de óleo e gás (248,6%).

Em relação ao mês de junho, os lucros industriais aumentaram 20%, em relação ao ano anterior.

Apesar de, “globalmente, os lucros industriais das empresas terem recuperado de forma sustentada”, entre janeiro e junho, o GNE alertou que ainda existe um desequilíbrio na recuperação.

As medidas de prevenção contra a Covid-19, adotadas pelas autoridades chinesas, no primeiro trimestre de 2020, incluíram restrições à movimentação de centenas de milhões de pessoas ou o encerramento forçado de estabelecimentos comerciais e fábricas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lucros da indústria chinesa subiram quase 70% no primeiro semestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião