Sentimento misto em Wall Street, com receio da variante Delta

As bolsas dos EUA negoceiam mistas, com os investidores novamente preocupados com a propagação da variante Delta. Setor petrolífero entre os mais penalizados, com a queda das cotações do "ouro negro".

Os principais índices dos EUA arrancaram a semana com sentimento misto, depois dos recordes da sessão anterior, numa altura em que os investidores estão novamente preocupados com a propagação da variante Delta do coronavírus. As empresas do setor petrolífero estão entre as mais penalizadas, num contexto de queda de cotações do petróleo.

O índice de referência S&P 500 apresenta um ganho marginal de 0,02%, para 4.437,49 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq valoriza 0,16%, para 14.860,16 pontos. O industrial Dow Jones desvaloriza 0,08%, para 35.180,75 pontos.

As negociações estão a ser condicionadas pelo aumento do número casos de Covid-19 nos EUA, associado à variante Delta. No último domingo, foram reportados 2.783 novos casos, o que fez subir a contabilização total para 35,94 milhões de infeções, de acordo com os dados da Reuters.

O aumento de casos provocado por esta estirpe — que é 60% mais transmissível que o vírus original –, pode atrasar os planos para o regresso à normalidade e, consequentemente, prejudicar a recuperação económica, temem os investidores.

Entre as empresas mais penalizadas nesta sessão estão as cotadas ligadas ao setor petrolífero. A Chevron recua 1,32%, para 100,60 dólares; a Exxon Mobil perde 1,50%, para 56,99 dólares; enquanto a Halliburton cede 2,30%, para 19,54 dólares.

Estas empresas estão a ser penalizadas pelas fortes quedas dos preços do petróleo nos mercados internacionais. O Brent está a recuar 2,59%, para 68,88 dólares, enquanto o WTI cai 2,67%, para 66,46 dólares.

Em contraciclo, a BioNTech destaca-se pela positiva nesta sessão, ao subir 9,60%, para 426,34 dólares, depois de ter revelado que, no primeiro semestre, lucrou 3,9 mil milhões de euros, recuperando do prejuízo de 141,7 milhões de euros de há um ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sentimento misto em Wall Street, com receio da variante Delta

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião