Há sete anos sem 20 empresas, Euronext muda nome do PSI-20 para PSI

O principal índice da bolsa de Lisboa vai mudar de nome. A designação PSI-20 vai desaparecer, passando a chamar-se apenas PSI em março de 2022. Metodologia também será alvo de alterações.

O índice de referência da bolsa de Lisboa vai mudar de nome. Num comunicado, a Euronext anunciou que o PSI-20 passará a chamar-se apenas PSI em março de 2022, por ocasião da revisão anual.

A Euronext anunciou também que a metodologia do PSI será “ajustada”. O objetivo é melhorar a liquidez e a eficiência deste índice”, de forma a ir mais ao encontro das “necessidades dos utilizadores”.

Com efeito, o PSI deixa de ter um número mínimo de empresas constituintes. E é fixado em 100 milhões de euros o valor mínimo do capital disperso em bolsa (free float) que estas têm de ter para poderem entrar no índice nas revisões trimestrais e anuais.

Atualmente, era condição do PSI-20 que este tivesse um mínimo de 18 empresas na sua constituição. Ao perder este limite, significa que o índice poderá vir a ter menos do que essas 18 empresas caso se verifiquem saídas nos próximos trimestres. Mas o limite máximo continuará a ser de 20.

Em simultâneo, o novo critério do free float avaliado em pelo menos 100 milhões de euros no momento da seleção implica que não será qualquer cotada que conseguirá entrar na tabela. A Ramada Investimentos foi a última empresa a entrar no PSI-20, em dezembro de 2021. Nessa altura, o capital disperso em bolsa da empresa estava avaliado em menos de 26 milhões de euros, ou seja, inferior a um terço do limite agora decido pela Euronext.

Euronext quer PSI mais atrativo

Assumindo ainda como intenção o “aumento da atratividade do índice” para os investidores, a Euronext explica que estas alterações “resultam de uma consulta pública extensiva” na qual puderam participar utilizadores portugueses e internacionais do PSI-20.

Lançado a 31 de dezembro de 1992 com uma cotação inicial de 3.000 pontos, o PSI-20 — atualmente nos 5.212,34 pontos — assinala em 2022 três décadas de existência. A Euronext assegura que continuará a ser “a referência na medição do desempenho das principais empresas cotadas no mercado português”.

Desde o verão de 2014, quando saíram o BES e o ESFG, que o PSI-20 não tem 20 cotadas. As últimas alterações na composição foram a entrada da Ramada Investimentos a 21 de dezembro de 2020, o que se sucedeu depois de a Sonae Capital ter saído da bolsa a 30 de outubro desse ano.

A discussão sobre a mudança do PSI-20 começou há dois anos e envolveu entidades como o PSI-20 Advisory Group, que agrega representantes de todos os utilizadores do índice. No final do ano passado, a discussão foi alargada ao Steering Committee.

Já este ano, a Euronext abriu a discussão ao público, mas foram poucos os participantes. De acordo com o relatório da consulta, publicado no site da Euronext, “foi recebido um número reduzido de comentários”, inferior a cinco.

“Não houve objeções quanto à proposta de mudança das regras. Os respondentes apoiaram a referência de 100 milhões de euros [para o valor mínimo do free float] ou sugeriram que poderia mesmo ser superior (150 milhões de euros). Quanto ao nome, foi sugerido o uso de PSI, ou seja, sem o ’20′”, conclui o relatório.

Consulte aqui todas as regras do “novo” PSI:

(Notícia atualizada pela última vez às 18h10)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Há sete anos sem 20 empresas, Euronext muda nome do PSI-20 para PSI

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião