WYgroup regressa à renovada Casa de Praia em modelo híbrido. Está a contratar

Grupo de comunicação, dono das agências By e Bliss, quer até ao final do ano adicionar 50 novos colaboradores aos atuais 350. Tem mais de três dezenas de vagas já disponíveis.

O WYgroup vai regressar em setembro ao novo escritório “Casa de Praia”, em Oeiras, em modelo híbrido e está a reforçar a equipa com novas contratações. O grupo de comunicação, dono das agências By e Bliss, quer até ao final do ano adicionar 50 novos colaboradores aos atuais 350. Já tem mais de 30 posições em aberto.

“Em setembro, iremos já arrancar com o regresso às instalações no modelo que, neste momento, é permitido, com 75% da ocupação total do espaço e rotação de períodos. O futuro do trabalho passa por um modelo híbrido completamente colaborativo”, revela João Santos, Chief Operating Officer do WYgroup, à Pessoas. “Acreditamos num futuro de trabalho mais humanizado, flexível, ágil, e adaptado a várias tarefas e estilos. O nosso modelo de trabalho é híbrido, pelo que haverá sempre uma componente presencial e remota nas vagas disponíveis, de acordo com o que estamos a praticar atualmente”, diz.

By – Interactive Brands Agency, a Bliss Applications, a Performance Sales, a Fever, a White Way, a BloomCast e a Nervo Brand Entertainment são as agências que compõem o grupo e no qual trabalham mais de três centenas de colaboradores.

“O nosso trabalho tanto tem momentos onde precisa de uma enorme interação entre pessoas — onde se ganha muito que elas estejam presencialmente presentes — como existe modelos de reflexão e análise, que necessitam de mais recolhimento, e por vezes de algum afastamento. E isto é tanto mais verdade quando falamos de funções. E temos muitas e diversas. Mas todas elas são parte de uma equipa, ou mesmo até de várias”, descreve.

“É por essa razão que o nosso modelo é híbrido, mas colaborativo, pois vai depender do que tenho que fazer para que a decisão de onde me encontro seja tomada. Terei de estar com a minha equipa amanhã ou não vou precisar? Não é apenas uma decisão ou preferência do colaborador, mas é a necessidade da equipa que integra que irá validar ou não a minha decisão”, justifica.

Casa de Praia com barco a remos, camas suspensas e passadiços

Depois de meses com as equipas em casa, o regresso dos mais de 300 colaboradores será para o renovado escritório do grupo em Oeiras. A Casa de Praia — o escritório localiza-se em frente à praia de Santo Amaro de Oeiras — começou a ser desenhada em 2018, tendo avançado no ano seguinte a construção que ficou praticamente concluída em outubro do ano passado, mas com a pandemia os colaboradores estavam a trabalhar remotamente.

“Para além do investimento financeiro, que foi gerido da melhor forma, e de uma equipa brilhante dedicada a este projeto, houve acima de tudo um investimento nas nossas pessoas. A nossa ambição foi construir um working space que fosse representativo da nossa cultura, que privilegiasse a experiência positiva in loco, que promovesse de um estilo de vida sustentável, o conforto, a interação, e onde todos se sentissem em casa”, diz João Santos, sem adiantar o valor investido nessa aposta.

Inspirado na localização, o experience hub”, de cerca de 2.000 m2, “tem elementos de decoração pensados ao detalhe com texturas e matérias naturais, sofás, bancos e camas suspensas, e até um barco a remos”, descreve o COO do WYgroup. “Ao longo dos 110 metros de comprimento do open space temos um passadiço de praia, e deixamos entrar a luz natural e uma vista imbatível de mar com janelas a todo o comprimento”, reforça.

“Como em qualquer boa ‘Casa de Praia’ também nós temos mesas de família para trabalhar. São espaços amplos onde podem caber de 6 a 16 pessoas. São os espaços da nossa ‘família’ de trabalho ou da minha família temporária para desenvolver um determinado projeto. E é isto que nos norteia, esta capacidade de construirmos espaços vivos, onde ninguém tem lugar marcado ou gabinete, mas antes uma mesa onde se encontra para discutir, criar, imaginar e fazer”, descreve.

O hub tem ainda “espaços destinados ao pensamento e ao trabalho em equipa”, como uma sala específica para design thinking — “o nosso laboratório de pensamento livre” –, tendo todo os “restantes espaços colaborativos”, da sala de reuniões à de videoconferência, “equipamentos tecnologicamente sofisticados que permitem formas de trabalho mais dinâmicas e participativas, cruzando o presencial com o remoto com muito maior fluidez”.

“Desenvolvemos um auditório na zona central da nossa Casa, priorizando a aprendizagem, o crescimento, e a partilha de cultura, tanto para nós como para os nossos clientes”, acrescenta.

Grupo está a contratar

Um regresso ao escritório num momento em que o grupo está a reforçar o talento. O objetivo é atingir 400 colaboradores até ao final do ano. “Neste momento, temos mais de 30 vagas disponíveis no WYgroup para engenharia, estratégia, designers, developers, motion designers, analytics, project & campaign managers, marketing automation, SEO, etc. Os perfis são muito diversos, mas perfeitamente alinhados com as nossas necessidades, uma vez que somos uma one-stop-shop de criatividade, media, design, tecnologia e dados”, refere o COO do WYgroup.

Os interessados podem aceder às candidaturas na área de carreiras do grupo ou na de Bliss.

“Estamos frequentemente a abrir novas vagas, pelo que também é possível fazer uma candidatura espontânea através do nosso site.”

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

WYgroup regressa à renovada Casa de Praia em modelo híbrido. Está a contratar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião