Wall Street recupera após pior semana dos últimos tempos

Bolsas dos EUA recuperam das perdas acentuadas da semana passada. Investidores aguardam pela reunião da Fed.

Os índices de Wall Street abriram em alta, recuperando daquela que foi a pior semana em vários meses, com os investidores à espera de perceberem o impacto de possíveis mudanças na tributação sobre os lucros empresariais e os efeitos da inflação na política monetária.

O S&P 500 está a valorizar 0,7%, para 4.489,50 pontos, acompanhado pelo industrial Dow Jones, que avança 0,59%, para 34.810,46 pontos. Pelo mesmo caminho segue o tecnológico Nasdaq, que sobe 0,33%, para 15.165,9 pontos.

Nas empresas, o destaque desta segunda-feira são as ações da Apple, que avançam 1,24%, para 150,81 dólares, na véspera de realizar o seu evento anual, onde se espera que apresente novos iPhones e atualizações para os AirPods e Apple Watch.

Na semana passada, os índices de Nova Iorque perderam entre 1,6% a 2,2%, com o S&P 500 a afundar por cinco dias consecutivos, depois de um aumento nos preços ao produtor em agosto e de uma queda nos pedidos de subsídio desemprego que aumentou as preocupações quanto à possibilidade de a Reserva Federal norte-americana (Fed) começar a cortar nos estímulos já este ano.

“Há alguns números de inflação que vão ser conhecidos esta semana e, além disso, o mercado estará de olho na reunião da Fed da próxima semana”, diz Thomas Hayes, da Great Hill Capital em Nova Iorque, citado pela Reuters: “As expectativas agora são de que a reunião de setembro será inconsequente, já que apenas em novembro haverá planos concretos de redução gradual [dos estímulos]”.

Ainda no radar dos investidores está o plano de aumento de impostos empresariais do Governo de Biden. Espera-se que os democratas proponham o aumento de 21% para 26,5%, de acordo com fontes familiarizadas com o assunto, citadas pela Reuters.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street recupera após pior semana dos últimos tempos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião