Inflação abaixo do esperado anima bolsas em Wall Street

Inflação subiu 5,3% em agosto, abaixo do esperado por vários analistas. Diminuem, assim, os receios de que a Fed corte nos estímulos mais cedo que o previsto.

Os principais índices de Wall Street abriram em alta esta terça-feira, com os investidores animados com os dados da inflação, que mostram uma desaceleração no crescimento dos preços no consumidor. Isso está a aliviar as preocupações quanto à redução de estímulos mais cedo do que o previsto por parte da Reserva Federal norte-americana (Fed).

O S&P 500 está a valorizar 0,31%, para 4.483 pontos, acompanhado pelo industrial Dow Jones, que avança 0,26%, para 34.961,40 pontos. Pelo mesmo caminho segue o tecnológico Nasdaq, que sobe 0,33%, para 15.155,5 pontos.

Dados do Departamento do Trabalho publicados esta terça-feira mostram que, em agosto, a inflação subiu 5,3% face ao mês anterior, abaixo dos 5,4% esperados por vários economistas. Apesar de ser um salto significado, foi menor do que o esperado, o que indica que a inflação poderá ter atingido o seu pico. Os dados de julho também indicaram uma ligeira desaceleração no aumento dos preços do consumidor.

“A notícia importante é que estamos a mostrar uma melhoria sequencial, que é exatamente o que precisamos de ver”, diz Art Hogan, da National Securities, citado pela CNBC.

A Fed está a monitorar vários indicadores económicos importantes, enquanto decide quando reduzir a política monetária. A próxima reunião do banco central acontece a 21 de setembro para discutir exatamente isso. “Acredito que a Fed falará sobre a redução gradual em setembro e não o anunciará até a reunião de novembro. Aí, vai implementar [qualquer medida] antes do final do ano”, acrescenta Art Hogan.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Inflação abaixo do esperado anima bolsas em Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião