Evergrande e Fed assustam Wall Street. Nasdaq cai 2%

Bolsas americanas tiveram uma segunda-feira para esquecer. Problemas com a Evergrande assustaram os investidores, que estão de olhos postos na Fed. Aviação em alta com alívio nas regras dos voos.

Wall Street arrancou a semana com perdas de 2%, num dia em que os mercados mundiais tremeram por causa dos problemas financeiros da gigante do imobiliário chinês Evergrande.

Por outro lado, os investidores também adotaram uma abordagem mais cautelosa à espera da reunião de política monetária da Reserva Federal norte-americana, que decorre esta terça e quarta-feira. Os analistas acreditam que o banco central vai deixar pistas sobre uma redução dos estímulos, mas só fará um anúncio na reunião de novembro ou dezembro.

Neste contexto, o S&P 500 caiu 1,70% para 4.357,64 pontos. O industrial Dow Jones cedeu 1,78% e o tecnológico Nasdaq perdeu 2,19%.

As ações da Microsoft, Alphabet (dona do Google), Amazon, Apple e Facebook deslizaram entre 1% e 3%, e registaram as maiores quedas em Nova Iorque.

Por outro lado, o setor da aviação escapou ao sentimento negativo, isto depois das notícias de que as autoridades americanas se preparam para aliviar as restrições nos voos internacionais. A Delta Air Lines e a American Airlines subiram 1,72% e 3%, respetivamente.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Evergrande e Fed assustam Wall Street. Nasdaq cai 2%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião