Consumo de energia caiu 13% em Portugal desde 2019

Com os dados apurados para os primeiros oito meses de 2021, a DGEG estima que o consumo final de energia tenha caído cerca de 13% face ao mesmo período de 2019.

Nos primeiros oito meses de 2021, o consumo de eletricidade aumentou 2,1% face a igual período do ano passado, revelam as estimativas rápidas da Direção Geral de Energia e Geologia, que continua a monitorizar os efeitos da pandemia no consumo energético nacional, ao nível da eletricidade, gás natural e principais produtos de petróleo.

Estas três formas de energia dizem respeito a 80% do consumo final de energia, que em 2021 está 13% abaixo dos valores registados em Portugal há dois anos, em 2019, numa fase pré-pandemia.

Entre um ano e o outro, a maior subida no consumo de energia elétrica foi no setor doméstico (+3,6%), seguido dos serviços (+2,7%) e da indústria (+0,6%). Já o setor dos transportes e da agricultura e pescas reduziram o seu consumo de eletricidade em -0,3% e -1,2%, respetivamente.

Olhando apenas para o mês de agosto, e por comparação com o mês homólogo de 2020, os números da DGEG mostram o consumo de eletricidade a cair quase 4% nas famílias e 2,4% na indústria. Neste último caso muito por culpa da escalada de preços nos mercados grossistas, que atingiram vários máximos históricos neste mês. Nos serviços o aumento em agosto foi de 7,1% no consumo de energia elétrica, e nos transportes de 3,3%.

No que diz respeito ao gás natural, no conjunto dos primeiros oito meses do ano, o consumo de gás natural subiu 5% relativamente a igual período do ano anterior, refere a DGEG. O maior aumento foi na indústria (+10%, incluindo o consumo nas unidades de cogeração mas excluindo o consumo nas refinarias petrolíferas) e nos transportes (+7,9%). No setor doméstico reduziu 8,1% e nos serviços 4,7%.

Consumo de combustíveis 12% abaixo dos níveis de 2019

Em agosto de 2021, comparando com o mês homólogo de 2020, o consumo de gasóleo rodoviário desceu 1,6%, enquanto o consumo de gasolina e GPL auto aumentaram 5,2% e 6% respetivamente.

No mesmo período, o consumo de GPL apresenta um aumento de 4%, excluindo o consumo como matéria-prima. O consumo de gasóleo agrícola (utilizado nos setores da agricultura e pescas) apresenta uma subida de 10%.

Neste mês de agosto de 2021, o consumo dos combustíveis rodoviários (em toneladas) ficou 12% abaixo do consumo verificado em agosto de 2019.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Consumo de energia caiu 13% em Portugal desde 2019

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião