Secretário de Estado diz que Portugal “ganhou com a Covid-19”

“Nós ganhámos com a Covid-19”, decretou Eurico Brilhante Dias numa feira têxtil em Paris, arriscando até que a pandemia teve um "efeito positivo" sobre aquilo que é a "marca Portugal".

Eurico Brilhante Dias avisou que ia dizer “uma coisa que talvez não seja politicamente correta” e confirmou-o de seguida: “Nós ganhámos com a Covid-19. Ganhámos porque Portugal foi um país que, tendo as suas dificuldades, enfrentou a Covid-19 com bastante êxito”.

Em declarações à RTP, à margem de uma feira têxtil em Paris, o secretário de Estado da Internacionalização destacou o facto de Portugal ter sido “das primeiras economias a reabrir” em 2020 e defendeu mesmo que a pandemia teve um “efeito positivo” sobre aquilo que é a “marca Portugal”.

“Evidentemente faleceram pessoas e muitas pessoas passaram muito mal, mas Portugal mostrou ser um país organizado, que enfrentou uma realidade muito disruptiva com sucesso”, acrescentou o governante, que acompanhou a comitiva de 56 empresas portuguesas na Première Vision, que terminou esta quinta-feira.

Confrontado no final do Conselho de Ministros com estas polémicas declarações do seu secretário de Estado, o primeiro-ministro, António Costa, atirou apenas: “Centremo-nos no essencial”. E ignorou o tema no resto do tempo em que esteve a responder sobre a terceira e última fase de desconfinamento em Portugal.

Esta manhã, perante os representantes da indústria do têxtil e do vestuário, Eurico Brilhante Dias já tinha referido aos jornalistas que as indústrias mais tradicionais, como é o caso do têxtil, do vestuário e do calçado, “não têm futuro se não pagarem melhores salários”.

“Quando chegarmos à valorização da remuneração do trabalho, vamos ter melhores condições de fixar talento. Muitos jovens não ficam nestas indústrias porque as condições remuneratórias são mais atrativas nas concorrentes. A indústria não tem futuro se não for capaz de pagar melhor”, referiu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Secretário de Estado diz que Portugal “ganhou com a Covid-19”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião