“Vamos manter os centros de vacinação como eles existem”, diz António Costa

Os centros de vacinação contra a Covid-19 vão ser mantidos tal "como existem", caso seja necessária a administração de uma terceira dose da vacina, revelou António Costa, após o Conselho de Ministros.

Os centros de vacinação contra a Covid-19 vão ser mantidos tal “como existem”, como medida de precaução caso seja necessária a administração de uma terceira dose da vacina, revelou António Costa, após o Conselho de Ministros.

Lembrando que a DGS “já tomou uma decisão de que deve haver terceira dose” para um “conjunto de pessoas que têm comorbilidades”, o primeiro-ministro salientou que, na próxima semana, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) deverá tomar uma decisão “relativamente a essa terceira dose”.

Nesse contexto, António Costa garante que Portugal tem “vacinas suficientes para qualquer que seja a decisão que venha a ser tomada” e que os centros de vacinação existentes vão ser mantidos tal como existem “para dar execução à decisão que venha a ser tomada”.

Esta informação vem contrariar a indicação veiculada até então pela task force. Questionada pelo ECO em meados de setembro, a entidade liderada por Henrique Gouveia e Melo referiu que “está a ser desenhado um plano para a desativação gradual dos CVC cujo início deverá coincidir com a meta dos 85% com esquema vacinal completo“. Recorde-se que a task force prevê atingir esta fasquia “nos últimos dias do mês”.

A confirmar-se a administração de uma terceira dose da vacina contra a Covid, o processo vai seguir em paralelo com a vacinação da gripe. Além disso, o Chefe de Governo salientou, neste momento, a vacinação da gripe é prioritária, dado que “é certa”. No entanto, não descartou uma eventual terceira dose para os maiores de 65 anos, antes de dezembro, por forma a minimizar os riscos relacionados com os festejos natalícios. “Entre a toma da vacina da gripe e entre a eventual terceira dose da vacina anti-Covid tem que mediar, pelo menos, 14 dias e, portanto, o planeamento está a ser feito”, concluiu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Vamos manter os centros de vacinação como eles existem”, diz António Costa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião