Scholz promete boas relações com Portugal se for eleito chanceler da Alemanha

  • Lusa
  • 25 Setembro 2021

Olaf Scholz, candidato do SPD a chanceler da Alemanha, promete que o país manterá uma boa cooperação com o sul da Europa, nomeadamente com Portugal, se for eleito no domingo.

Olaf Scholz, líder dos sociais-democratas alemães (SPD), e candidato a chanceler nas eleições de domingo, disse este sábado à Lusa que deseja manter uma boa cooperação com o sul da Europa, nomeadamente com Portugal, caso venha a ser eleito.

“Obviamente vamos ter uma boa cooperação com os primeiros-ministros de Portugal e Espanha. São bons amigos meus. Vou também trabalhar com a Itália. É o que eu vou fazer”, disse à agência Lusa Olaf Scholz, após o último comício dos social-democratas antes das eleições legislativas.

Scholz, referiu ainda que, nos últimos anos, ajudou a estreitar as relações entre os países do bloco europeu. “Congratulo-me por ter ter promovido, como vice-chanceler, uma melhor cooperação ao nível da União Europeia. Entre o norte e sul, o leste e o ocidente”, disse ainda à Lusa o vice-chanceler e ministro das Finanças do governo de coligação que de acordo com as sondagens pode vencer as eleições legislativas.

Do ponto de vista internacional, Scholz sublinhou que vai manter boas relações com o Reino Unido recordando que como autarca de Hamburgo convidou o então primeiro-ministro britânico David Cameron a visitar a cidade. “O Reino Unido é importante para o desenvolvimento da Europa e temos de trabalhar juntos como amigos”, apesar do Brexit, afirmou Olaf Scholz.

“Espero que os representantes políticos britânicos compreendam que o progresso da União Europeia vai continuar”, acrescentou sublinhando que, se for eleito chanceler, vai continuar a fazer do bloco europeu uma potência.

“A Alemanha é um grande país europeu e a grande tarefa para todos nós é garantirmos uma União Europeia forte. Tal como já fiz no passado vou continuar a trabalhar de forma dura para no sentido de uma Europa ‘soberana’. Vou apoiar a parceria transatlântica e a cooperação com a NATO”, afirmou.

A última sessão de campanha de Olaf Scholz terminou na cidade de Potsdam, capital do Estado de Brandemburgo, nos arredores de Berlim, onde reside o atual vice-chanceler. Visto que é representante político dos residentes do distrito de Bornstedt, em Potsdam, pelo SPD, respondeu às perguntas dos militantes e simpatizantes social-democratas residentes na zona.

Durante uma hora e meia, Scholz respondeu a perguntas sobre a crise sanitária, políticas relativas à modernização e digitalização, e repetiu aos eleitores as propostas sociais que apresentou recentemente sobre o aumento do salário mínimo e habitação.

Bornstedt é uma zona operária no limite de Potsdam tendo o líder dos social-democratas alemãs entrado na praça onde decorreu a ação de campanha ao som da música operária italiana “Bella Ciao” composta no século XIX e transformada em hino dos resistentes contra os fascistas e nazis, durante a II Guerra Mundial (1939-1945).

Os participantes cantaram a versão da canção revolucionária em alemão. Scholz, de camisa branca, sem casaco, limitou-se a sorrir.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Scholz promete boas relações com Portugal se for eleito chanceler da Alemanha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião