João Leão já vê Olaf Scholz como chanceler alemão

O ministro das Finanças deu os parabéns ao líder do SPD e disse esperar que como chanceler tenha um papel central na recuperação da economia europeia Mas não é garantido que o venha a ser.

“Quero dar os parabéns ao meu colega do Ecofin, Olaf Scholz, pela vitória do SPD nas eleições”, começa o post no Twitter do Ministério das Finanças português, em nome do titular da pasta. João Leão acrescenta depois que Scholz foi “um dos grandes impulsionadores do Next Generation EU” e “acredita que como chanceler da Alemanha ele vai desempenhar um papel determinante na recuperação económica europeia”. É um voto de confiança, já que ainda não é certo que será o social-democrata a liderar o governo.

O SPD venceu as eleições com 25,7%, mais 1,6 pontos percentuais do que a união CDU/CSU, que registou o seu pior resultado de sempre. Mas o líder, Armin Laschet, também irá tentar formar governo, mesmo tendo ficado em segundo lugar. Ambos estão dependentes da vontade do terceiro e quarto mais votado — Verdes (14,8%) e FDP (11.5%) — já que necessário ter os dois para chegar a uma maioria no Bundestag.

Para já, as conversações deverão focar-se justamente naqueles dois partidos. O líder dos liberais, Christian Lindner, afirmou hoje, após uma reunião do partido, que o FDP e os Verdes “são os partidos que quiserem a mudança, são os dois contra o status quo e são os que representam um novo começo”. Voltou, por isso, a defender que “as duas forças têm de chegar a um denominador comum, estabelecer um núcleo progressivo que seja a base da coligação e só depois levar as negociações ao SPD e à CDU/CSU.

O ministro das Finanças português já deixou clara a sua preferência: o candidato da SPD, que faz parte da família política do Partido Socialista. Olaf Scholz voltou hoje a referir que os sociais-democratas têm “um mandato para construir um governo”, expondo a sua preferência por uma coligação com os Verdes e o FDP.

“Uma coligação social, ambiental e liberal tem um passado na Alemanha, há uma tradição que podemos construir e é o que precisamos de fazer para enfrentar os desafios do futuro”, afirmou, citado pela Deutsche Welle. Um dado é certo, o SPD está em alta enquanto Armin Laschet está enfraquecido por um enorme tombo eleitoral.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

João Leão já vê Olaf Scholz como chanceler alemão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião