Cometeu um erro no trabalho? Saiba como recuperar

Assumir a falha, procurar soluções e não voltar a cometê-la é essencial para ultrapassar um erro no trabalho e não deixar que isso afete o seu desempenho e bem-estar.

Seja uma gralha embaraçosa num email ou algo mais grave e impactante como adotar uma estratégia ineficaz ou tomar medidas que lhe custaram a perda de um cliente, todos cometemos erros, gerando preocupação, stress e ansiedade em colaboradores e líderes de pessoas. A boa notícia é que se pode (e deve) sempre recuperar desse momento menos bom e entender que errar faz parte do crescimento e desenvolvimento de carreira. E há estratégias para dar a volta de forma positiva.

“A chave é aprender com eles e tornar-se um profissional melhor no futuro. É a forma como lida e entende a situação como uma oportunidade para progredir que determina o tipo de profissional que é”, diz a Adecco Portugal, em comunicado.

Conheça as cinco dicas da empresa especializada em recursos humanos para lidar com os erros, de forma a tornar-se um melhor profissional:

1. Assuma a responsabilidade

“A primeira coisa que se deve fazer é assumir a responsabilidade do erro. Isto pode ser difícil, mas é um primeiro passo muito importante para corrigir a situação”, começa por aconselhar a Adecco Portugal. Evite arranjar desculpas e, sobretudo, culpar os outros ou circunstâncias atenuantes. “Tome posse, as pessoas irão respeitá-lo por isso.”

2. Seja genuinamente apologético

“As pessoas são geralmente compreensivas quando se comete um erro. Se achar que é necessário um pedido de desculpas, torne-o genuíno”, refere a empresa de recursos humanos, salientando que falar imediatamente com as pessoas afetadas e dizer-lhes que lamenta o que aconteceu é sempre a melhor opção.

3. Ofereça uma solução

O mais importante é a forma como se lida com o erro. Assim que notar que cometeu uma falha, comece a pensar em formas de retificar a situação. Ou seja, comece logo a procurar uma solução. “Ir à sala do gestor de equipa só para dizer que cometeu um erro é uma coisa, mas se oferecer também um leque de opções possíveis para resolver o problema é uma abordagem muito mais positiva.”

4. Mantenha a perspetiva

“Não exagere nem se castigue pelo facto de ter cometido um erro no trabalho. Manter as coisas em perspetiva e considerar a gravidade e o impacto do erro é fundamental para conter a ansiedade”, diz a Adecco. Meça, por isso, o impacto do seu erro: se for menor, aceite-o e siga em frente; se for mais grave, poderá ter algum motivo de preocupação, mas o leque de soluções que oferece para resolver ou atenuar as consequências poderão ser positivos.

5. Analise os processos que conduziram ao erro

Finalmente, para evitar voltar a cometer o mesmo erro e para conseguir retirar alguma aprendizagem da situação, analise os processos ou passos que levaram a que a falha fosse cometida. “Para erros menores, pode ser óbvio. No entanto, para erros maiores, pode não ser imediatamente óbvio. Não tenha receio de pedir ajuda. Fale com o seu gestor e colegas sobre formas de evitar que se repita.”

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Cometeu um erro no trabalho? Saiba como recuperar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião