É um “energizer”? Sete competências que vão ajudá-lo a ser promovido

Segundo um especialista em carreiras, as pessoas que são 'energizers' têm três a quatro vezes mais probabilidade de serem promovidas mais rapidamente e de receberem avaliações de desempenho de topo.

Quando foi a última vez que se sentiu realmente motivado e entusiasmado com o seu trabalho? Talvez esse momento tenha sido despertado por um colega com quem colaborou num projeto ou até por um cliente realmente inspirador. Ou pelo seu chefe, que acabou por dar-lhe um boost de motivação ao apoiar as suas ideias e incentivá-lo a seguir em frente com elas.

“As pessoas que criam esta experiência nos outros são, frequentemente, chamadas de ‘energizers’. Elas multiplicam a colaboração e fomentam as ligações pessoais com os colegas de equipa”, explica o especialista em carreiras, Rob Cross, citado pelo CNBC (acesso livre, conteúdo em inglês), acrescentado que este tipo de profissionais tem maior probabilidade de serem promovidos.

“Em comparação com os não ‘energizers’, os ‘energizers’ têm três a quatro vezes mais probabilidade de serem promovidos mais rapidamente e de receberem avaliações de desempenho de topo”, refere. E fundamenta: “Se tiver esta característica, você é melhor a atrair e reter pessoas, consegue obter maior criatividade dos indivíduos que o rodeiam; os grandes talentos querem trabalhar consigo; e consegue apoio para as suas ideias e projetos”.

Em comparação com os não ‘energizers’, os ‘energizers’ têm três a quatro vezes mais probabilidade de serem promovidos mais rapidamente e de receberem avaliações de desempenho de topo.

Rob Cross

Career expert

Os ‘energizers’ tendem a fazer sete coisas mais sistematicamente do que os outros profissionais. Reflita sobre as afirmações abaixo e pergunte-se a si mesmo em que áreas pode melhorar:

  1. Mantenho um equilíbrio entre o que peço e o que contribuo para as pessoas com quem trabalho;
  2. Faço o que digo que vou fazer e sigo os compromissos que assumo;
  3. Comprometo-me (e mostro este compromisso) com princípios e objetivos que são maiores do que o meu interesse pessoal;
  4. Estou plenamente atento às minhas interações e mostro interesse nos outros e nas suas ideias;
  5. Crio espaço para os outros serem uma parte significativa das conversas e asseguro-me de que eles veem como os seus esforços irão contribuir para um plano maior;
  6. Quando discordo da estratégia de alguém, faço-o de uma forma que focalize a atenção na questão e não no indivíduo;
  7. Consigo um equilíbrio eficaz entre dirigir as pessoas e relacionar-me com elas a um nível mais pessoal.

A chave, diz o especialista em carreira, não é olhar para esta lista de comportamentos e perguntar: “Faço isto ou não?”. É, sim, indicar aqueles que, se os fizesse de forma mais sistemática quando sob stress ou pressão, poderiam fazer com que o seu desempenho fosse melhor e o impacto no negócios e nas pessoas maior.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

É um “energizer”? Sete competências que vão ajudá-lo a ser promovido

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião