Spin quer expandir em Portugal e contrata diretor geral

A nomeação de Vitor Mota insere-se na estratégia de expansão da companhia em Portugal, onde está presente desde setembro, com serviço de trotinetes, em Matosinhos.

A Spin acaba de nomear Vítor Mota para diretor-geral para o mercado português. A empresa de micromobilidade da Ford Motor Company anunciou em setembro a entrada no mercado nacional, começando a disponibilizar o seu serviço de trotinetes partilhadas em Matosinhos. A nomeação insere-se na estratégia de expansão da companhia em Portugal.

Formado em Matemática Aplicada, pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Vítor Mota iniciou a sua carreira em consultoria na Mercer, como analista, e mais tarde na Deloitte, onde participou e liderou diversos projetos, focando-se principalmente na área de fusões e aquisições, informa a Spin.

Em 2019, o profissional foi convidado pela CIRC, uma start-up alemã de micromobilidade, para assumir a responsabilidade das das operações, tendo liderado o lançamento do serviço de trotinetes desta marca em mais de 10 cidades portuguesas. Seguiram-se, entre 2020 e 2021, duas startups do setor de entregas ao domicílio, a Eat Tasty — como responsável de operações — e, mais recentemente, a Gorillas, onde foi um dos responsáveis por lançar a empresa em Espanha.

Agora assume a liderança da Spin em Portugal, mercado onde a empresa já fez, em setembro, um investimento inicial de mais de 350 mil euros para disponibilizar 200 trotinetes partilhadas em Matosinhos.

O acordo com Matosinhos passa igualmente pela integração da Spin no projeto AYR, plataforma desenvolvida pelo CEIIA que irá quantificar as emissões de CO2 poupadas pelos utilizadores das trotinetes da empresa na cidade. “O objetivo será depois recompensar a opção de viajar de trotinetes, transformando as emissões poupadas em créditos AYR. Estes créditos poderão depois ser trocados pelos utilizadores noutros bens da cidade, obtendo por exemplo descontos em eventos culturais, em bens materiais”, explica a Spin.

Com sede em São Francisco, a Spin foi a primeira empresa de micromobilidade partilhada nos EUA e é a única empresa do setor sem financiamento de capital de risco. Opera atualmente em 70 cidades e 25 campus universitários em todo o mundo e emprega cerca de mil pessoas. Na Europa, além de Portugal, tem operações na Alemanha, Espanha e Reino Unido.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Spin quer expandir em Portugal e contrata diretor geral

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião